Sucesso no Youtube: como transformar seu canal numa marca

shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape

Sucesso no Youtube: quem não quer? Nesta série de artigos que estamos começando, vamos dar dicar de como você pode ter mais sucesso no Youtube, com algumas dicas práticas. Nesse primeiro artigo, vamos falar sobre como transformar seu canal numa marca. Mas primeiro precisamos entender o que é marca.

Não é tão fácil assim definir marca. Geralmente as pessoas pensam num símbolo que acompanha um produto, como as listras da Adidas, por exemplo. Mas marca é muito mais que um símbolo em um produto.

Marca envolve todo um conceito do que representa um produto, uma empresa e até uma pessoa. Vou dar um exemplo: se eu te digo “Nike” do que você lembra? Produtos esportivos, certo? E o que você pode relacionar à “Nike”? Talvez você imagine jogadores de futebol jogando ou um atleta em uma Olimpíada. Agora se eu te perguntar: Nike é bom? É uma marca confiável? O preço dos produtos Nike em comparação a outros é igual ou maior? Você consegue imaginar uma TV de marca “Nike”?

As respostas à essas perguntas nos ajudam a entender o conceito de marca. No caso do nosso exemplo, em geral as pessoas tem o pensamento de produto de qualidade, geralmente oferecido por um preço superior a muitos outros e confiável. Mas não conseguimos imaginar uma TV marca Nike, porque essa marca associamos ao esporte, não a eletrônicos.

Então, marca é tudo o que representa e quer representar uma empresa, um produto, um serviço e até uma pessoa (sim, são as “marcas pessoais’). E você deve encarar seu canal no Youtube como sendo uma marca, e construir um conceito sobre essa marca.

COMO CONSTRUIR UMA MARCA COM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Você pode fazer isso primeiramente assumindo uma linguagem própria para seu canal. Isso quer dizer, manter mais ou menos o mesmo estilo de diálogo. Na prática: se você costuma falar certas gírias e fazer certos tipos de brincadeiras em seus vídeos, o ideal é você manter esse estilo, a menos que você perceba que é melhor mudar. E se mudar o ideal é manter o novo estilo.

Dizemos isso porque quando mantemos uma mesma linha de pensamento, com o tempo atraímos um público que gosta do que fazemos e dizemos. Se depois mudamos isso, vamos perder esse público rapidinho. Lógico que, de vez em quando, podemos fazer um ou outro vídeo falando e fazendo outros tipos de coisa, mas isso deve ser exceção.

Se você puder criar um cenário, mesmo que simples, para seus vídeos (caso você faça vlogs por exemplo) isso é muito bom. Não precisa ser nada elaborado, use sua imaginação.

Pense no seguinte: quando as pessoas falam do meu canal, o que elas devem pensar? Com o que quero ser associado? Humor? Polêmicas? Música? Tutoriais? Tecnologia? E nem me diga que você não sabe a resposta, porque se não souber, aí você já tem um problema pra resolver.

Você precisa encarar seu canal como uma marca, principalmente se você pensa em trabalhar com ele com um futuro meio de ganho. E para isso seu canal precisa ser atrativo para que empresas queiram entrar em contato com você para contratos publicitários, por exemplo. E isso envolve cuidar bem das imagens que você usa em seu perfil principalmente no YouTube, mas também nas redes sociais. Procure dar uma impressão o mais profissional possível, mostre que você leva a sério seu trabalho no YouTube. Sim, isso mesmo, trabalho. Mesmo que seu canal for apenas uma diversão pra você, se você pensa em crescer na plataforma, precisa ver seu canal também como um trabalho.

Uma vez que você já tem tudo isso bem definido, é preciso manter um ritmo, para que pouco a pouco (sim, pouquíssimos canais crescem “do dia pra noite”, isso é raro de acontecer) seu canal comece a crescer. Paciência e Persistência!

Se você quiser saber como podemos ajudar você em seu canal, clique aqui.

Até o próximo artigo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *