9 ideias de nichos em alta para seu canal no YouTube

Vamos comentar aqui algumas ideias interessantes para você começar seu canal hoje mesmo dentro de nichos que fazem sucesso e são rentáveis no YouTube.

Lógico que existem muitos outros nichos lucrativos, mas esses aqui já são um bom começo pra você pensar no que focar em seu canal.

Sem mais delongas, vamos lá!

1. Marketing Digital

Você pode ir para esse enorme mercado e ser um daqueles YouTubers que trabalham em casa ensinando outras pessoas a ganhar dinheiro online por meio de diferentes estratégias de marketing, ensinando às pessoas tudo o que está na moda agora, como usar as diferentes redes sociais para promover sua marca e gerar mais vendas, o que é marketing de afiliados, etc.

CPM ( Custo Por Mil o Cost Per Mille ) deste nicho, ou seja, o que se paga por cada mil visualizações, é bem mais alto em comparação com outros mercados, principalmente se o comparamos como nichos como o entretenimento ou comédia.

A simples razão pela qual o Youtube paga melhor é porque os anunciantes que competem para anunciar nesses tipos de vídeo estão dispostos a pagar mais para adquirir o tipo de cliente que assiste a esses vídeos.

Agora, há um amplo espectro de oportunidades para aqueles que estão interessados neste mercado, você pode falar desde como pode fazer crescer contas no Facebook, Instagram ou Snapchat às diferentes técnicas de posicionamento na web que funcionam hoje.

Esse seria o tipo típico de canal que fala não apenas sobre marketing, mas também sobre as diferentes maneiras de ganhar dinheiro online de forma legítima.

Isso sem falar em outras formas de monetização, como afiliação ou criação de produtos digitais, que podem ser muito lucrativas nesse tipo de mercado.

2. Investimento e gestão de dinheiro

Quer prefira fazer vídeos onde ensina ao seu público como investir na bolsa ou no imobiliário, dicas para poupar mais, ou simplesmente rever aplicações que te ajudem a reduzir as despesas, o certo é que este nicho tem grande potencial.

O motivo é simples, para ganhar mais dinheiro você tem que estar disposto a investir dinheiro, então os anunciantes que pagam para aparecer em vídeos onde falam sobre investir dinheiro e fazer o uso correto dele estão dispostos a pagar um pouco mais se for necessário.

Portanto, se você sabe ou está interessado em aprender tudo sobre o mercado de ações, como investir em imóveis ou assuntos desse tipo, não hesite em criar um canal no YouTube onde compartilhe todos os seus conselhos e dicas.

O potencial de ganho por trás desse tipo de canal em termos de Adsense é muito alto, mas ainda maior é o de monetizar seus vídeos, oferecendo seu próprio curso ou produto digital.

3. E-Commerce

Outro nicho super lucrativo é o das lojas online.

quais nichos são mais lucrativos no youtube

Pense no investimento inicial que este tipo de negócio já implica, e no potencial de geração de receitas que este método tem e com isso vai dar uma ideia de porque pode ser um mercado onde se paga muito.

Os YouTubers que ficam falando sobre e-commerce e ensinam como montar sua própria loja online sabem disso muito bem.

Além disso, hoje existem grandes plataformas como o WordPress que permitem que você construa sua própria loja online como se você fosse um especialista em programação web em poucos minutos, literalmente.

Portanto, se você tem algum dinheiro economizado e esse tipo de negócio ou empreendimento o atrai, hoje a tecnologia coloca à disposição de qualquer pessoa com tempo e dinheiro para investir.

Daí, também, o sucesso que esses tipos de canais têm alcançado no YouTube.

4. Desenvolvimento Web

O futuro desse tipo de profissão (e mercado) é realmente GRANDE.

Não apenas no YouTube, mas em todos os lugares também, as pessoas estão começando a ver o design e desenvolvimento da web como algo um pouco mais acessível, o que está completamente correto.

Como existem plataformas e aplicativos de software que facilitam grande parte do seu trabalho, você perde o medo de criar e desenvolver novas ideias.

Agora, como você não terá muita concorrência (não há tantos canais nesse nicho como em outros) se você se interessar e souber algo sobre ele, pode ser o nicho ideal para você.

Aproveite o tempo para fazer algumas pesquisas e você verá por si mesmo.

5. Avaliações de tecnologia

O mercado certo para ganhar muito dinheiro com filiação fazendo vídeos de resenhas.

Com certeza

Você pode pular a parte em que você aparece nos vídeos, se quiser, e se dedicar a fazer compilações com vídeos de outras pessoas ou simplesmente mostrar o produto e ter suas mãos guiando o olhar do seu público.

Como isso funciona? Você pode estar se perguntando.

Vamos explicar.

Se você deseja fazer análises, pode usar vídeos de produtos de sites como o Amazon , onde muitos fabricantes compartilham vídeos explicativos de seus produtos e podem ser facilmente baixados.

Agora, e quanto aos direitos autorais?

Bem, a verdade é que esses fabricantes QUEREM que seus produtos sejam promovidos e assim gerem mais vendas, e as duas coisas vão acontecer se você fizer bem o seu trabalho.

É por isso que você vê muitos canais fazendo exatamente isso:

The Future Is Now é apenas um das centenas de exemplos que você pode encontrar na plataforma ganhando centenas de dólares só com o Adsense, de acordo com as estatísticas que outras plataformas como o Social Blade compartilham:

Agora, imagine quantas vendas cada um desses vídeos gerou. É INCRÍVEL como algo tão “simples” de fazer pode ser lucrativo hoje.

Sugerimos que se você gosta de tecnologia ou está minimamente interessado em fazer compilações de vídeos como esses, comece HOJE, as oportunidades são realmente incríveis.

6. Fitness e vida saudável

Outro mercado que nunca morrerá e, ao contrário, parece estar em plena expansão e crescimento.

A quantidade de produtos, medicamentos, bebidas, cursos online, que estão na internet, e com os quais você pode se afiliar para gerar mais receita, é (quase) infinita.

É apenas uma questão de reservar um tempo para fazer algumas pesquisas no YouTube e no Google para ver o quão popular é esse tipo de conteúdo.

Só pensando nisso já é lógico, quem não gostaria de ser mais saudável, ter uma aparência melhor, se sentir bem, ou viver com melhor qualidade e por mais tempo, certo?

Aplicando (literalmente) a todos e combinando isso com uma plataforma massiva como o YouTube, o potencial de receita que um canal dedicado a este tópico pode gerar é bastante alto.

Claro, tudo depende, em parte, de sua capacidade de converter visitas em vendas e clientes potenciais, mas o certo é que não faltarão oportunidades.

7. Desenvolvimento Pessoal

Um nicho com muito potencial para uma ampla variedade de tópicos que você pode abordar com seus vídeos.

O desenvolvimento pessoal está em alta e as pessoas parecem estar cada vez mais interessadas em conteúdos relacionados à melhoria e otimização da qualidade de vida.

De tópicos como dicas para uma alimentação mais saudável a técnicas de meditação, todos os tipos de produtos, livros e informações destinadas a “ajustar” certos aspectos de você mesmo.

Isso é justamente o que há de mais atraente nesse nicho, e talvez um dos motivos que o torna lucrativo, a diversidade de temas ou temas que você pode falar.

Outro grande exemplo dentro desse mercado seria fazer vídeos que visam motivar, inspirar outras pessoas e analisar a mentalidade das pessoas mais bem-sucedidas.

Sendo tão abrangente, você certamente encontrará um ou dois subnichos que podem despertar o seu interesse e aproveitar o grande público que você pode alcançar se o seu conteúdo agregar valor REAL ao usuário.

8. Animais de estimação

Hoje em dia, muitas pessoas se preocupam mais com o bem estar de seus animais de estimação do que do seu próprio.

Por ser um mercado que, muitas vezes, desperta tanta paixão por parte dos proprietários, torna-se uma verdadeira fonte de renda para quem se dedica a este tipo de conteúdo.

No YouTube você ainda não vê grandes canais criados por pessoas reais (e não empresas) onde é compartilhado conteúdo de qualidade e que ajuda outros a aprenderem a cuidar de nossos animais.

A melhor parte?

Existe uma grande variedade de produtos que você pode oferecer em seu canal por meio de plataformas como a Amazon .

Basta entrar no programa Amazon Associates e começar a combinar dicas e conselhos úteis com produtos de qualidade que ajudem o usuário a manter seus animais de estimação saudáveis e felizes.

Agora, imagine se você quisesse encontrar canais onde o conteúdo é compartilhado para educar outros tipos de animais de estimação (não cachorros ou gatos) e você verá que a competição será mais fraca e as oportunidades maiores.

9. Dicas de negócios

Amplo e um tanto genérico, mas é daí que vem seu grande potencial para se transformar em uma fantástica máquina de fazer dinheiro.

Como no caso do nicho de desenvolvimento pessoal, aconselhar sobre como fazer negócios pode ser muito abrangente e tem a vantagem de poder associar o tipo de rentabilidade que canais onde se discutem e-commerce, marketing digital, entre outros.

Se você não tem certeza sobre o assunto que deseja falar, mas sabe muito bem que se trata de negócios, não se sinta pressionado a tomar uma decisão imediatamente, apenas comece por onde quiser.

Antes de começar, analise o público

É isso mesmo, analisar a demografia de seu público, seja qual for o nicho ou mercado que você escolheu, pode ser (e será) uma das estratégias mais eficazes para usar.

Mas o que quer dizer isso?

Bem, é muito simples, a demografia do seu público (dados relativos à idade, região, sexo etc.), ou seja, de quem assiste aos seus vídeos, está listada no YouTube Analytics , a ferramenta GRATUITA que a plataforma coloca ao seu disposição. alcance.

Pense nisso, por que eles fariam tal coisa se não fosse para nós usarmos!

Reserve um tempo para navegar em sua conta e analisar seus números, de onde a maioria das pessoas o vêem, quantos anos têm, são homens ou mulheres, essas são coisas que você já deve saber.

Isso pode permitir que você escolha criar um determinado tipo de conteúdo ou repetir vídeos que tiveram muito sucesso, ou talvez modificar a maneira como você se dirige ao seu público.

Tudo isso afetará seu crescimento e também pode afetar sua renda.

Já existem dados e estudos onde se sabe que, por exemplo, a região de onde vem uma visualização determina, em parte, quanto se paga por clique . ( fonte )

Portanto, tenha isso em mente ao criar seus próximos vídeos, talvez isso ajude você a fazer a diferença e tornar seu canal no YouTube um negócio mais lucrativo.

Tenha visão de negócio

Independente do nicho que você escolher desenvolver para seu canal, se seu objetivo é ganhar dinheiro com ele, você precisa ter uma visão de empresário e ver seu canal com se fosse uma verdadeira empresa.

Imagine o que deve ser feito para se abrir uma empresa. Plano de negócios, investir em material, produtos, funcionários entre outros detalhes. Uma empresa não começa sendo lucrativa. Não pense que alguém só de abrir uma loja terá muito lucro com ela. Pelo contrário, no começo uma empresa talvez não seja lucrativa, a receita obtida vai servir para pagar investimentos feitos.

Somente depois de um tempo que um negócio passa a ser lucrativo, depois de investimentos, horas, dias, meses de trabalho árduo. Acontece o mesmo no YouTube. Por isso, não pense que é só abrir um canal em um desses nichos que sugerimos nesse artigo que você vai começar a ganhar dinheiro com ele. Assim como com qualquer empreendimento, você precisa investir em seu canal.

Nós já falamos sobre esse assunto e você pode ver os artigos clicando aqui, aqui e aqui.

E se você quer apoio profissional para seu canal, CLIQUE AQUI para conhecer nossos serviços.

Como otimizar seus vídeos para impulsionar seu canal no YouTube?

O YouTube é um dos meios de comunicação mais proeminentes para expressar seu talento e habilidades. Na verdade, várias pessoas em todo o mundo optaram por criar vídeos no YouTube como carreira. A comunidade do YouTube cresceu drasticamente na última década com o aumento da disponibilidade da Internet em diferentes partes do mundo.

Para desenvolver um canal no YouTube, você deve se concentrar em seu conteúdo, bem como em seu marketing. No final do dia, seu conteúdo realmente levará seu canal à frente. No entanto, você não pode subestimar a importância das táticas e tags promocionais associados.

As dicas a seguir devem ajudar seus vídeos a alcançar um público mais amplo e impulsionar o seu canal.

1) Escreva uma descrição de vídeo cativante

A descrição do vídeo não apenas informa aos usuários do YouTube sobre o gênero de seu canal, mas também aumenta o alcance de SEO de seu vídeo. Quase todos os YouTubers famosos usam palavras atraentes para descrever seu conteúdo. Uma descrição contendo palavras-chave e frases cativantes tem um impacto imediato no espectador que o faz querer explorar o canal. YouTubers famosos costumam usar palavras-chave como “original”, “hilário”, “paródias”, “mais legal” e “surpreendente”.

2) Crie legendas para seus vídeos

As legendas geralmente aparecem na parte inferior conforme você reproduz o vídeo. As legendas costumam ser ignoradas e subestimadas por um YouTuber que acabou de iniciar seu canal. No entanto, elas desempenham um papel importante para atrair uma comunidade diversificada. Nem todos os espectadores de um vídeo pertencem a uma comunidade linguística específica. As legendas de vídeo funcionam como a janela principal para que eles descubram o conteúdo de seu canal. Portanto, tente incluir legendas no maior número de idiomas possível.

3) Transmita ao vivo com frequência

Ir ao vivo se tornou uma tendência popular entre a comunidade do YouTube. Isso os ajuda a interagir com seus fãs e falar mais sobre suas idéias e que novo conteúdo eles desejam trazer no futuro. Enquanto isso, eles também recebem sugestões e recomendações em tempo real sobre os gostos do público. A interação regular por meio de programas de perguntas e respostas com os espectadores ajuda os YouTubers a acompanhar as demandas dos telespectadores. Quando eles sabem sobre as preferências de sua base de espectadores, seus vídeos tendem a atingir mais visualizações a cada envio.

4) Escolha suas tags / palavras-chave de vídeo com sabedoria

Para o YouTube, seu vídeo é apenas um acúmulo de gráficos e texto. Não importa o quanto você tente criar seu conteúdo, o YouTube não o recomendará nas pesquisas, a menos que você adicione tags que falam claramente sobre o conteúdo do seu vídeo. Para alcançar um público mais amplo, evite redundância em sua seleção de tags. E lembre-se que o YouTube só considera 15 tags por vídeo. O resto é vilmente ignorado!

5) Use os cards de vídeo

Os cards de vídeo do YouTube ajudam um YouTuber a aumentar o envolvimento em seu canal. Ao usá-los, você pode melhorar o tempo que a pessoa fica em seu canal. Existem vários métodos para usar os cartões YouTuber. Estes são alguns:

  • Pedir aos espectadores para verem um vídeo anterior
  • Pedir doações para uma causa sem fins lucrativos
  • Realizar uma enquete para saber sobre a demanda dos telespectadores
  • Link para um site de crowdfunding autorizado
  • Indique conteúdo semelhante de outros YouTubers

E você, precisa de ajuda para sua carreira de YouTuber? CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços!

Ele conseguiu mais de 2 milhões de inscritos em seu canal, em 48 horas. E tem 11 anos e uma história pra contar

A primeira coisa que você pode ter pensado quando leu o título deste artigo é “que belo clickbait esse pessoal está fazendo”. Mas não é nenhum clickbait não!

Mas como um menino chileno de família humilde conseguiu mais de 2 milhões de inscritos em menos de dois dias, entrando para o record mundial de crescimento no YouTube?

A história desse menino de 11 anos, que sofre de câncer no cérebro, atraiu os aplausos dos internautas, que fizeram Tomi realizar seu sonho. Quando o pequeno viu que aquele grande gol havia chegado e se tornado realidade, ele postou um vídeo comemorando com espuma e confete.

E embora o menor sofra desta doença, isso não o impediu de realizar o seu sonho e aventura desde o passado dia 19 de março no YouTube, onde carregou seu primeiro vídeo . Desde então, com a ajuda do pai, tem editado regularmente vídeos falando sobre algumas experiências, jogando e compartilhando ocasionais unboxing, ganhando o apreço e o reconhecimento de seus seguidores.

 Tomás compartilha com seus seguidores dicas, conselhos e ferramentas que os jogadores podem usar para gerenciar facilmente seus jogos online . Mas essas dicas levaram Tomi, por enquanto, a receber a placa por atingir 100 mil assinantes, e uma placa de ouro por alcançar um milhão, que deve ser entregue pelo YouTube.

Inicialmente, a comunidade gammer foi quem começou a divulgar o talento da criança e qual era o sonho que eles desejam realizar. Então, ao saber de sua doença, milhões de pessoas em todo o mundo se inscreveram em seu canal: Tomiii 11. Neste momento, o jovem sonha em alcançar 10 milhões de assinantes.

Sobre a enfermidade que sofre, diversos meios de comunicação apontam que se trata de um tumor cerebral, mas nem a criança nem sua família confirmaram ou se referiram ao assunto. Segundo o próprio Tomás, ele tem problemas de visão em um olho e “só consegue usar uma das mãos”. No entanto, isso não o impediu de aproveitar seu hobby de videogames e gravar seus vídeos.

Um dos vídeos que mais chamou a atenção dos seguidores e os emocionou foi aquele em que, devido ao seu problema de mobilidade em um membro, seu pai lhe deu um teclado para uma das mãos. Nas imagens a criança está feliz porque agora poderá desfrutar do computador de maneira adequada.

Os vídeos são simples e curtos, mas mostram que a criança tem muito carisma.

O que podemos aprender de Tomás?

Em primeiro lugar, que para começar a realizar um sonho, devemos começar dando os primeiros passos. Tomás queria ser um YouTuber famoso e começou a realizar esse sonho no momento em que ele criou seu canal e gravou seu primeiro vídeo.

Também podemos aprender que nem sempre é boa ideia “criar um personagem” para os vídeos. Quando somos expontâneos, mostramos nossa maneira real de ser, podemos também cativar as pessoas.

E podemos comentar que não precisamos nos colocar como vítimas para conseguir o que queremos. Apesar de que Tomás tem vídeos falando sobre ir ao hospital por exemplo, ele não menciona nada sobre sua doença de maneira direta. E nem usa isso para pedir inscrições.

Claro, fica evidente também o poder da colaboração. Tomás está realizando seu sonho porque muitos YouTubers famosos começaram a fazer campanha para divulgar o canal do menino, e a internet “comprou a ideia”.
Sempre é uma ótima ideia procurar parcerias com outros canais para divulgar seu conteúdo.

Esperamos que Tomás chegue nos 10 milhões de inscritos que é o sonho dele e possa ter uma vida muito feliz.

Enquanto preparávamos essa matéria, o canal de Tomi foi de 5 para 7 milhões de inscritos!

E se você precisa de apoio profissional para sua carreira no YouTube, CLIQUE AQUI.

Como ter um canal verificado no YouTube?

O YouTube está ficando lotado. Aproximadamente 300 horas de vídeo são enviadas a cada minuto. É muito conteúdo. Naturalmente, as marcas e os criadores procuram novas formas de se destacar.

Uma das maneiras de obter credibilidade instantânea é obter um selo de verificação para sua conta. Essa pequena marca de seleção ao lado do seu nome dá ao seu canal uma sensação de legitimidade. É a prova de que seu canal sobreviveu aos estágios iniciais de criação, lutou seu caminho na selva de conteúdo e ganhou o reconhecimento oficial do YouTube.

Então, como você consegue essa marca de verificação mágica? Vamos dar uma olhada.

Um selo de verificação versus uma conta verificada

Obter um selo de verificação e verificar sua conta do YouTube são duas coisas muito diferentes.

Ao criar uma conta do YouTube pela primeira vez, é necessário adicionar um número de telefone para que sua conta seja verificada. Isso permite que o YouTube saiba que você é uma pessoa real e não um Spammer Bot of Doom. Em troca de fornecer seu número de telefone, eles permitem que você envie vídeos com mais de 15 minutos de duração.

Obter um selo de verificação é um pouco diferente. Você conhece aquela pequena marca cinza que às vezes aparece ao lado do nome de um canal? Essa é a sua marca de verificação do YouTube. Quando falarmos sobre verificação para o resto deste post, é a isso que nos referiremos.

Quando você vir uma marca de verificação ao lado do nome de um canal do YouTube, significa que o canal pertence a um criador estabelecido ou é o canal oficial de uma marca, empresa ou organização.

Quem pode obter esta marca?

É aqui que as coisas ficam um pouco complicadas. As regras exatas, como o algoritmo do Google ou aquela velha receita de família que sua avó lhe deu, são um pouco confusas.

Em sua página de ajuda oficial , o YouTube nos diz que você deve ter mais de 100.000 assinantes antes de iniciar o processo. Além disso, as regras estão sujeitas a alterações. Bem, isso esclarece tudo, certo?

O segredo é não se desesperar e fazer sempre um bom trabalho.

Você precisa de uma marca forte

OK, lembra quando dissemos que você precisa de mais de 100 mil assinantes para ser verificado? Isso não é estritamente verdade. O que você precisa é de uma identidade de marca forte e estabelecida.

Mantenha -o real,

O YouTube é um negócio em primeiro lugar, uma plataforma de mídia social em segundo lugar. É por isso que premia canais que fornecem valor real para seus clientes.

Quaisquer manchas em sua conta, como violações de usuário ou suspensão, irão prejudicá-lo. Técnicas antiéticas de aumentar seu canal, como comprar seguidores, enviar spam para usuários e ser sorrateiro, diminuirão suas chances de obter um emblema.

Também é importante manter-se limpo, mesmo depois de receber o selo. O YouTube pode (e irá) revogar seu selo se você violar os termos de serviço ou violar as regras da comunidade .

Vale a pena o selo de verificado?

Se você atender a todos os critérios, obter o selo de verificação é uma boa ideia, especialmente se seu canal estiver crescendo. Ele evita que impostores, imitadores e sites de fãs desviem o tráfego de seu canal.

Além disso, é uma prova social incrível.

Acesse o YouTube e dê uma olhada em seus criadores favoritos. Alguns o terão. Outros não. Muitas empresas de tecnologia de ponta como HubSpot, Moz e Unbounce não têm, mas ainda têm confiança e legitimidade. Como em qualquer outra decisão de negócios, você precisa fazer o que faz sentido para você.

Eu quero isso. Como eu consigo isso?

Se você deseja esse selo de verificação, eis o que pode fazer para aumentar suas chances de obtê-lo.

  • Otimize seu canal no YouTube.
  • Poste vídeos de alta qualidade regularmente.
  • Construa sua base de assinantes e incentive os espectadores a curtir, compartilhar e comentar seu conteúdo. Quando você tiver mais de 100k, abra o fluxo de contato do YouTube para começar.
  • Promova uma identidade de marca forte e desenvolva-a fora do YouTube. Fique consistente.

O que acontece se eu mudar a marca?

Marcas e canais do YouTube não são estáticos. Eles mudam e crescem com o tempo. Se você recebeu um selo de verificação, pode mantê-lo mesmo que sua marca evolua ou o número de assinantes mude.

No entanto, se você alterar o nome de seu canal, não poderá ficar com seu selo e terá que se inscrever novamente.

Um canal que você tenha orgulho de mostrar

Ter um selo de verificação cinza bacana ao lado do nome do seu canal é legal. Mas não é tudo. Você pode ter um canal de sucesso no YouTube com ou sem ele. A chave, como sempre, é criar um conteúdo incrivelmente bom que seu público não se cansa.

Esperamos que essas dicas possam ter sido úteis pra você. E se você precisa de assessoria profissional, CLIQUE AQUI e confira nosso serviço!


Prepare sua carreira para o futuro: como se tornar um YouTuber

Por décadas, consideramos certas ocupações confiáveis ​​por sua capacidade de oferecer segurança no emprego a longo prazo. Mas os avanços tecnológicos colocaram centenas desses chamados “empregos seguros” sob ameaça.

Bem, com quase 2 bilhões de usuários globais, o YouTube é uma das maiores plataformas sociais do mundo. E com um público tão grande disponível, as perspectivas de carreira para os YouTubers podem ser enormes.

Mas como você se torna um YouTuber? Vamos dar uma olhada.

O que é um YouTuber?

Para todos que estiveram em uma caverna com os dedos nos ouvidos nos últimos 15 anos, os YouTubers são criadores de vídeo online. Eles criam vídeos curtos no YouTube, de tutoriais de maquiagem a vídeos de jogos e outros.

O que torna os YouTubers únicos, entretanto, é sua influência. A verdade é que os YouTubers podem se conectar com seu público como ninguém.

Na verdade, 70% dos espectadores do YouTube acreditam que os YouTubers ajudam a moldar a cultura popular. E com esse tipo de influência vem um grande potencial de ganhos.

Quanto ganham os YouTubers?

Existem várias maneiras de os vloggers ganharem dinheiro com os vídeos do YouTube. Aqui estão apenas alguns.

Visualizações de anúncios

Se o seu canal tiver mais de 1.000 inscritos e 4 mil horas assistidas no último ano, você pode monetizá-lo. Isso significa que você pode receber uma pequena taxa (que varia enormemente, podendo ser entre 1 a 7 dólares para cada mil visualizações), graças aos anúncios integrados do YouTube. Embora isso possa não parecer muito, se você conseguir atrair regularmente dezenas de milhares de visualizações, os ganhos podem aumentar rapidamente.

Posicionamento de Produto

Dependendo do seu conteúdo, você pode conseguir um acordo para representar a uma marca ou produto. Grandes marcas, de empresas de roupas a fabricantes de tecnologia, estão sempre em busca de embaixadores populares.

Links de afiliados

Os links de afiliados permitem que você direcione para determinados produtos apresentados em seus vídeos. Ao rastrear a jornada do cliente, a empresa pode pagar a comissão do YouTuber em qualquer compra.

Financiamento por fãs

Mais e mais YouTubers estão usando sites como o Patreon para aumentar sua renda. Os fãs podem pagar uma pequena quantia única ou taxa de assinatura para apoiar seus YouTubers favoritos, geralmente em troca de conteúdo premium.

Mas é o seguinte.

Milionários do YouTube ainda são incrivelmente raros. Para cada Felipe Neto, existem milhares de outros vloggers cujos canais lutam para ganhar força. Crucialmente, a receita só vem da construção de uma base de fãs forte e comprometida.

Os YouTubers são à prova de futuro?

Aqui está uma estatística para você.

O número de canais que ganham mais de seis dígitos por ano está aumentando 40% ano a ano. Graças ao incentivo ao crescimento da receita de anúncios, os salários do YouTuber estão subindo mais rápido do que a maioria das outras ocupações.

Mas isso é um sinal do que está por vir?

Estudos sugerem que três em cada quatro crianças de 6 a 17 anos desejam ser YouTuber. Esse envolvimento da próxima geração de trabalhadores é um bom presságio. Mas enfrentará concorrência no futuro?

Bem, o chefe de conteúdo do YouTube, Robert Kyncl, não está preocupado. Ele estima que o mercado de vídeo online vale US $ 200 – US $ 400 bilhões. E com um crescimento anual de 50% nas visualizações por três anos consecutivos, a posição do YouTube como o rei do vídeo online parece garantida.

Além disso, com a potência global do Google pagando as contas, o YouTube está aqui para ficar.

Que qualificações você precisa?

Vou ser breve. Nenhuma.

Para se tornar um YouTuber, tudo o que você realmente precisa é de uma câmera e uma ideia. Mas isso não significa que você tenha que gastar dinheiro imediatamente. Ao lançar um canal no YouTube, faz sentido começar de forma barata e investir em equipamentos de alta qualidade mais tarde.

Mas o que você precisa para se tornar um YouTuber? Aqui estão algumas dicas.

Câmera

Seu equipamento dependerá muito do tipo de conteúdo que você deseja criar. Os vloggers de viagens precisam de ótima qualidade de imagem, enquanto os vloggers de beleza precisam de um foco automático perfeito.

Microfone

Alguns microfones são notoriamente caros, mas podem não ter preço ao criar conteúdo de vídeo de alta qualidade. Novamente, depende do que funciona para você. Microfones USB são ótimos para vídeos de jogos e, de longe, os mais populares no YouTube, enquanto outros microfones podem ser úteis se você estiver filmando fora de casa. E existem vários preços, inclusive modelos de microfone que você pode pagar

Pense em qual conteúdo você gostaria de criar e investir de acordo. Afinal, você pode ficar bem apenas usando seu telefone e a pilha de livros. Equipamentos caros não são garantia de sucesso.

Como se tornar um YouTuber?

Lembre-se de que se tornar um YouTuber não é fácil, nos referimos, YouTuber profissional mesmo.

Embora muitos de nós possamos pensar nisso como um caminho de carreira fácil, a verdade é que administrar um canal de sucesso requer paixão, dedicação e muito trabalho árduo. Aqui estão três coisas que você deve ter em mente.

Ser apaixonado

De Whinderson a PewDiePie, todos os melhores YouTubers encontraram seu nicho. Portanto, pense no que o torna único. Com centenas de milhares de pessoas disputando o tempo na tela, o que faz você se destacar? Lembre-se de que o público sempre responde bem a pessoas que são apaixonadas por seus hobbies e interesses .

Ser consistente

Construir uma audiência significa publicar conteúdo com a maior regularidade possível. Algumas estrelas do YouTube compartilham vários vídeos por dia! Para que o YouTubing seja um trabalho em tempo integral, é necessário um comprometimento em tempo integral.

Ouça o seu público

O sucesso de um canal depende do envolvimento de seus fãs. Fãs comprometidos são mais propensos a comprar produtos ou seguir links. Portanto, ouça seus seguidores e crie conteúdo que os atraia.

Então, o YouTube é para mim?

As carreiras estão mudando. E cabe a nós acompanhar.

O crescimento consistente do YouTube indica que há um futuro brilhante para as carreiras de vlogging. No entanto, quem pode dizer que outras plataformas podem surgir nos próximos anos? No passado, vimos sites enormes como Digg, MySpace e Bebo serem substituídos por sites melhores.

E embora o YouTube tenha cerca de 2 bilhões de usuários em todo o mundo, nunca podemos ter certeza do que o futuro nos reserva. O que sabemos é que o YouTuber utiliza habilidades profissionais que são úteis em qualquer plano de carreira. Habilidades como pesquisa, marketing e branding.

Não existe um caminho definido para uma carreira no YouTubing, mas se você tem algo a dizer e a paixão e a ética de trabalho para apoiá-lo, o que está esperando?

Quer ajuda profissional para sua carreira? CLIQUE AQUI e conheça nosso serviço!

Seis dicas para você mandar bem no YouTube

Você está procurando umas dicas simples e fáceis de usar pra você mandar bem no YouTube? Já encontrou, separamos essas 7 dicas pra você. Vamos direto para o conteúdo:

1. Crie conteúdo simples

Um dos maiores equívocos sobre o YouTube é que o sucesso só acontece se um vídeo se tornar viral. Costuma-se pensar que se você não pode entregar gatos fazendo travessuras ou mostrar uma pegadinha que deu errado – não é para você. 

Isso é totalmente errado, é claro, especialmente considerando as formas em que os usuários estão consumindo conteúdo de vídeo. 

Embora seja verdade que muitas pessoas assistem ao YouTube em seus celulares, isso não significa necessariamente que queiram vídeos extremamente curtos ou puramente divertidos. O Google sugere que, no que diz respeito à visualização de vídeos, o celular é muito parecido com a TV, o que significa que as pessoas estão de fato assistindo à noite, em casa e para relaxar.

Como resultado, as marcas não devem mais pensar no YouTube no contexto do entretenimento ’em movimento’. Em vez disso, há espaço para conteúdo simples, ou seja, vídeos mais longos e com mais variedade – sejam informativos, educacionais ou mesmo divertidos. 

2. Seja consistente

Uma característica compartilhada pelos canais de maior sucesso no YouTube é a consistência. A forma mais óbvia é a frequência com que os vídeos são postados, com grandes marcas normalmente postando a cada dois dias ou mesmo todos os dias.

A conscistência precisa ser vista não somente na frequencia de postagem, mas também deve se respeitar um estilo de postagem, uma identidade para seu canal, algo que seu público sempre identifique seus vídeos com seu canal e com você.

 

3. Construa uma comunidade

Embora o vídeo bom possa ser eficaz para chamar a atenção, ele tende a criar uma experiência passiva do usuário (em que o espectador está simplesmente assistindo, em vez de interagir). 

Em contraste, a beleza do YouTube é que ele cria um senso de comunidade para as marcas, com cada canal tendo o potencial de construir um público leal e altamente engajado. 

Existe o entendimento comum (tanto dos criadores quanto dos espectadores) de que os comentários são esperados e apreciados. Você deve, portanto, estar pronto e disposto a responder para construir um relacionamento com o público ao longo de um ciclo de comunicação e interação.

4. Incentive a ação

Novamente, é importante que você estimule os usuários a deixar comentários, mas também existem várias outras maneiras pelas quais você pode ajudar a construir um público e promover a lealdade. Os cartões do YouTube são uma ferramenta simples – são notificações pré-programadas que aparecem nos vídeos para apontar os espectadores para outro lugar (em um vídeo por exemplo, um cartão pode ter um link para um produto em destaque, se o canal for de sua empresa).

As telas finais também são uma ferramenta valiosa. Isso permite que marcas ou criadores promovam até quatro elementos no final de um vídeo, como outro vídeo, lista de reprodução ou um site externo. Isso permite que o espectador saiba que ele pode realizar outras ações, o que pode ajudar a mantê-lo dentro das paredes do canal, em vez de clicar em outro lugar.

5. Otimize para pesquisa

Embora o sucesso no YouTube seja sustentado por recursos como conteúdo de qualidade e consistência, ainda é importante para as marcas garantir que os vídeos tenham a exposição máxima possível. Então, como você pode obter uma classificação elevada do seu vídeo? Há uma série de coisas simples que você pode fazer para ajudar no seu conteúdo, como incluir uma palavra-chave importante no título, usar tags relevantes e uma descrição longa e bem elaborada. 

Miniaturas personalizadas também podem ser eficazes para gerar visualizações, com o design da marca novamente ajudando a criar consistência e familiaridade para os visualizadores.

6. Pense em micromomentos

Então, que tipo de conteúdo você deve criar? De acordo com o Google, é útil para as marcas e criadores considerar os ‘micromomentos’ que seu público pode estar experimentando, a fim de criar conteúdo relevante.

Pra aproveitar esses micromomentos, você precisa estar sempre muito atualizado com o que estiver acontecendo em sua volta. De repente, uma notícia em um grande jornal na TV chama a atenção do público e seu canal fala de temas parecidos. Seria o momento ideal de aproveitar a notícia e transformar num vídeo no seu canal.

Além das notícias, acontecimentos marcantes, causas que estejam em alta (e que se encaixe dentro do tema do seu canal, claro) podem ser utilizadas para você criar vídeos.

Não nos referimos aqui a simplesmente copiar a notícia e por no seu canal. Em vez disso, você pode comentar a notícia, dando seu ponto de vista. Ou ainda em lugar de comentar a notícia, você pode criar um ou uma série de vídeos em que você aborda aquele assunto da notícia, com seu ponto de vista.

Esperamos que essas dicas possam ter te ajudado. E claro, se você quiser ajuda para sua carreira CLIQUE AQUI.

Guia do YouTube: como fazer as melhores descrições para seu vídeo e canal

As descrições do YouTube não são obrigatórias. Muitos YouTubers realmente os deixam em branco. No entanto, o bom marketing do YouTube começa com ótimas descrições do YouTube. Existem dois tipos de descrições que todo profissional de marketing precisa saber:

  1. A descrição de um canal do YouTube é o texto na página “Sobre” de seu canal. Isso ajuda os espectadores a entender o que esperar de sua marca.
  2. A descrição de um vídeo do YouTube é o texto abaixo de cada um de seus vídeos. Ajuda os espectadores a encontrar seu conteúdo e decidir se querem assisti-lo.

Feitas da maneira certa, as descrições do YouTube podem impulsionar o SEO, as inscrições, a contagem de visualizações e o tempo de exibição. Eles também podem ajudar a classificar seus vídeos na função de “pesquisa sugerida” do YouTube.

Então, como você cria descrições que funcionam? Aqui estão algumas de nossas estratégias favoritas.

Conte aos espectadores sobre você com as descrições do canal

A descrição de seu canal no YouTube deve dizer aos espectadores tudo o que eles precisam saber sobre você, seu canal e seus vídeos, sem revelar muito.

Deve fazer com que eles queiram se inscrever e assistir a alguns de seus vídeos para conhecê-lo melhor. Também é um bom lugar para responder a perguntas que eles possam ter sobre seu canal e conteúdo.

Aqui está como escrever a descrição perfeita do canal do YouTube:

  • Descreva seu canal. Isso pode ser a coisa mais óbvia a se fazer, mas é onde a maioria das pessoas se fixa. O objetivo desta descrição é dizer a seus espectadores o que acontecerá se eles se inscreverem e assistirem a seus vídeos. Que tipo de conteúdo eles verão? Com que frequência eles verão isso? Eles aprenderão alguma coisa? Certifique-se de que eles conheçam os benefícios da assinatura, como seu incrível senso de humor ou tutoriais fáceis de entender.
  • Inclua links para seu site, mídia social e loja online (se houver ). Você quer ter certeza de que os espectadores sabem onde encontrar você, então crie um link para tudo o que você deseja que as pessoas encontrem. Se você tiver um trailer do canal ou um vídeo introdutório, este seria um bom lugar para criar um link para ele também.
  • Inclua uma frase de chamariz para tudo o que você deseja que seus novos seguidores façam. Você quer que eles se inscrevam? Ative as notificações? Compartilhar seu conteúdo? Ou talvez se inscreva para receber newsletters? O que quer que você queira que eles façam, peça que façam! Fale de uma forma que eles não consigam resistir e coloque o CTA no final da descrição de seu canal. 
  • Escreva como se estivesse falando com um amigo. Você não quer tornar a descrição do seu canal muito formal. Deve ser fácil de ler, ou mesmo folhear, com frases curtas e parágrafos e talvez até com marcadores, se for aplicável ao seu conteúdo. Se você está tendo problemas com a descrição do seu canal, tente descrevê-lo para um amigo e use a mesma linguagem e terminologia que você usa para falar com ele!
  • Seja breve. Não exagere e dê-lhes muitas informações. Deixe-os querendo saber ainda mais além do básico do canal, porque isso os fará querer assistir aos seus vídeos ou visitar o seu site. Uma breve descrição do canal que vá direto ao ponto é o melhor

Modelo de descrição de canal

Veja o modelo de descrição de canal mais abaixo .

A descrição do canal ocupa apenas um parágrafo, mas os leitores sabem imediatamente que tipo de vídeos estarão em seu canal. A partir daí, eles listam todos os outros lugares onde desejam que os futuros assinantes os encontrem.

Para começar a escrever a descrição perfeita de seu canal, verifique nosso modelo de descrição de canal no YouTube abaixo:

Oi! Eu sou [seu nome]. No meu canal, você encontrará [tópico]. Eu amo [tópico] e compartilho minhas experiências com você. Inscreva-se para ver mais [tópico], [tópico] e [tópico] em seu feed!

[Programação dos vídeos semanais, o que você apresenta a cada semana]
  • O Facebook:
  • Twitter:
  • Instagram:
  • Blog / site / loja online, se tiver:

20 dicas para escrever descrições eficazes para vídeos no YouTube

1. Use palavras-chave específicas

Escolha uma ou duas palavras-chave que descrevam com precisão o seu conteúdo para maximizar o tráfego de pesquisa para o seu vídeo. Inclua-os na descrição e no título do seu vídeo para aumentar suas chances de classificação nos resultados de pesquisa de possíveis espectadores.

O mesmo vale para a descrição do seu canal. O algoritmo do YouTube dá muita importância às palavras-chave em sua página Sobre. Use-os com sabedoria.

Não tem certeza de quais palavras-chave usar? Ferramentas como o Planejador de palavras-chave do Google Ads e o Google Trends podem ajudar você a começar.

Basta digitar as palavras que melhor descrevem o assunto do seu canal ou vídeo e o Google irá sugerir as palavras-chave relacionadas mais próximas.

2. Repita suas palavras-chave

A repetição permite que o YouTube saiba que um termo específico é relevante para o seu vídeo ou canal. Use sua palavra-chave duas a três vezes para obter melhores resultados. Mais de três, e pode ser sinalizado como excesso de palavras-chave .

3. Encontre palavras-chave complementares

Inclua palavras-chave relacionadas em suas descrições. Isso fornece aos visualizadores informações extras sobre o seu conteúdo. Também ajuda a classificar esses termos nas pesquisas do Google e do YouTube.

4. Diga aos espectadores o que esperar

Se você deturpar seus vídeos, os espectadores vão parar de assisti-los no meio. Isso prejudicará seus rankings de pesquisa – bem como sua reputação.

Evite títulos indutores de cliques e palavras-chave irrelevantes. Eles podem ajudá-lo a se classificar no início, mas o algoritmo de pesquisa do YouTube vai pegar mais cedo ou mais tarde.

5. Escreva como um humano

Conheça o seu público! Use uma linguagem que seus espectadores entendam e se identifiquem. Incorpore palavras-chave de forma natural, não como uma lista.

Felizmente, você não precisa ser um criador de palavras para escrever uma boa descrição para o YouTube. Existem muitos recursos de escrita para ajudá-lo a aperfeiçoar suas habilidades.

6. Antecipar informações importantes

Sempre comece com um resumo atraente de seu vídeo ou canal. Mencione suas principais palavras-chave nas primeiras duas a três frases de sua descrição para obter melhores resultados.

Por quê? Por um lado, o algoritmo do YouTube prioriza o início de sua descrição. Acertar nas primeiras frases é fundamental para o seu SEO.

Finalmente, o início é a única parte da sua descrição que aparece “acima da dobra” na página de exibição. O resto do texto permanece oculto, a menos que alguém escolha “mostrar mais”.

7. Adicione links e metadados abaixo de “mostrar mais”

Se o espectador  decidir na sua descrição clicar em “mostrar mais”, as chances são de que eles amam seu material.

Use esta oportunidade para promover sua marca . Adicione uma breve descrição do canal, seus identificadores de mídia social e links de produtos relevantes.

Você também pode incluir metadados aqui para impulsionar seu SEO.

8. Otimize para CTR (taxa de cliques)

Procure obter descrições clicáveis ​​que resolvam problemas reais. Setenta por cento dos YouTubers da geração Y usam vídeos para aprender coisas novas. Tenha isso em mente sempre que escrever um texto de descrição.

9. Valor da oferta

Sempre inclua uma proposição de valor óbvia em suas descrições. Por que alguém deveria se inscrever em seu canal? Como seu vídeo os beneficiará?

Tente responder a pelo menos uma dessas questões em termos simples (bônus se você puder fazer as duas coisas).

10. Incluir CTAs

Agora que você tem a atenção do espectador, use-a!

As melhores frases de chamariz são claras, urgentes e mostram um benefício óbvio para o espectador. Bem feitos, eles podem aumentar o envolvimento, as assinaturas e muito mais.

Adicione uma frase de chamariz na descrição do vídeo e do canal. Incentive os espectadores a curtir, comentar, se inscrever ou ler mais. Inclua links para listas de reprodução relacionadas para que eles assistam ainda mais do seu conteúdo.

11. Economize tempo com as descrições padrão

Cansado de copiar e colar links de mídia social nas descrições de seus vídeos do YouTube?

Tente usar descrições padrão . Este recurso adiciona automaticamente informações importantes do canal a todos os vídeos que você enviar.

12. ..mas faça suas descrições originais

Descrições exclusivas geram melhores resultados de pesquisa do que os modelos. Além disso, eles são muito mais interessantes para seus assinantes!

As descrições padrão são uma maneira rápida de adicionar informações de contato e metadados básicos aos seus vídeos. Mas certifique-se de que o restante de sua descrição seja sempre atualizado.

13. Use os timestamps (carimbos de data / hora)

Nossos períodos de atenção estão mais curtos do que nunca . Adicione carimbos de data / hora às suas descrições para ajudar os espectadores a pular para o conteúdo que desejam.

Os carimbos de data / hora são especialmente úteis quando se trata de vídeos longos, como tutoriais de várias partes ou álbuns de música

17. Copie seus concorrentes (ou mais ou menos isso)

Os metadados desempenham um papel importante no algoritmo “Vídeo sugerido” do YouTube. É mais provável que seu vídeo apareça como uma sugestão de vídeo para conteúdo que usa palavras-chave semelhantes.

À medida que você escreve, navegue pelos vídeos populares sobre o mesmo assunto. Pegue algumas das principais palavras-chave de suas descrições e incorpore-as às suas.

18. Adicione links para recursos úteis

Indicar recursos úteis é uma maneira simples de mostrar ao público que você está pensando neles.

Você menciona alguma ferramenta, postagem de blog ou produto em seu vídeo? Crie um link para eles nas descrições de seus vídeos para que os espectadores possam encontrá-los facilmente.

19. Dê crédito às suas fontes

Você usou as imagens, músicas ou filmagens de outra pessoa? Liste-os abaixo da dobra na descrição de seu vídeo, junto com links para seus canais sociais.

Creditar suas fontes é a coisa justa a se fazer. Mas também é uma ótima maneira de construir relacionamentos e fomentar colaborações futuras.

20. Use o Youtube Analytics

A sua descrição está atraindo as visualizações que você deseja ?

Escrever descrições para o YouTube é tanto uma ciência quanto uma arte. Portanto, não tenha medo de experimentar! Ajuste sua cópia, acompanhe o que acontece e, em seguida, revise novamente.

O YouTube Analytics é a maneira mais eficaz de fazer isso . Isso pode ajudar você a entender quais palavras-chave estão gerando mais tráfego. Ele também permite que você explore quaisquer palavras-chave que possa ter perdido.

Qual o “tamanho” do YouTube? Mostramos pra você aqui!

Uma dos maiores sites de busca do planeta, o YouTube tem números colossais. Nesse artigo, vamos passar para você alguns dados que mostram o tamanho desse gigante. Veja só:

Alcance global

  • Mais de 2 bilhões de usuários conectados visitam o YouTube a cada mês, e todos os dias as pessoas assistem mais de um bilhão de horas de vídeo e geram bilhões de visualizações.
  • Mais de 70% do tempo de exibição do YouTube vem de dispositivos móveis.
  • O YouTube lançou versões locais em mais de 100 países.
  • Você pode navegar no YouTube em um total de 80 idiomas diferentes.

Investir em criadores

  • O número de canais que ganham seis dígitos por ano (em dólares, ou seja, acima de R$500.000 reais) no YouTube cresceu mais de 40% por ano.
  • O número de canais que ganham cinco dígitos por ano (em dólares ou seja, acima de R$50.000) no YouTube cresceu mais de 50% por ano.
  • O número de canais com mais de um milhão de assinantes cresceu mais de 65% por ano.

Pagamentos de direitos autorais

  • Nos últimos cinco anos, o YouTube pagou mais de US $ 2 bilhões a parceiros que optaram por monetizar suas reivindicações usando o Content ID.
  • Existem mais de 9.000 parceiros usando o Content ID, incluindo muitas das principais emissoras, estúdios de cinema e gravadoras.
  • Os parceiros do YouTube reivindicaram mais de 800 milhões de vídeos desde que o Content ID foi implementado.
  • O YouTube tem mais de 75 milhões de arquivos de referência ativos em seu banco de dados de Content ID; é um dos mais completos do mundo. 

Mais de 2 bilhões de usuários

É quantos usuários o YouTube tem – o que equivale a quase um terço da Internet. Com usuários nos referimos a quem assiste aos vídeos. Segundo alguns cálculos, o YouTube tem cerca de 37 milhões de canais, é muita coisa não é mesmo?

O YouTube, apenas no celular, alcança mais pessoas na audiência dos EUA do que qualquer rede de TV.

O maior pagamento a um canal

Foi para o canal Ryan ToysReview , um canal infantil que faz análises de brinquedos. O menino recebe por ano cerca de 170 milhões de reais.

Um bilhão de horas assistidas diariamente

Este é o número de horas de vídeo assistido no YouTube todos os dias, gerando bilhões de visualizações.

Pode ser um bom negócio para você!

Como você vê, o YouTube pode ser uma boa fonte de renda, mas é preciso um bom planejamento, muita paciência e persistência.

E claro, nossa equipe pode te ajudar com isso. CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços!

Usar vídeo dos outros em seu canal é uma péssima ideia. Saiba aqui a razão.

Com 500 horas de conteúdo sendo carregado no YouTube a cada minuto, há mais e mais pessoas que sonham em ganhar a vida sendo um YouTuber em tempo integral .

E com um número tão impressionante de vídeos, sempre há algumas pessoas que tentam se beneficiar copiando seu conteúdo de outras pessoas.

Portanto, não é de se admirar que o YouTube esteja constantemente vindo com regras cada vez mais rígidas na tentativa de controlar o Velho Oeste, que é uma violação de direitos autorais.

Mas o conteúdo sinalizado como duplicado nem sempre é feito com más intenções, o que causa uma grande confusão.

Vendo que o YouTube pode cancelar a geração de receita em seu canal se seu conteúdo for sinalizado como duplicado, vale a pena se aprofundar no assunto e certificar-se de permanecer na zona de segurança.

Temos respostas para as perguntas mais frequentes que o ajudarão a fazer exatamente isso.

O que é conteúdo duplicado no YouTube?

O conteúdo duplicado é o conteúdo reutilizado ou repetitivo que pode basicamente ser encontrado em outro lugar na sua totalidade ou mesmo apenas parcialmente. De acordo com o YouTube, é um conteúdo que não agrega valor ao vídeo original, não é original ou relevante.

O YouTube leva a sério o conteúdo duplicado e removerá um canal se ele não cumprir suas políticas dessa forma.

Mas, no final das contas, o que mais importa para o YouTube é agregar valor. Portanto, desde que você contribua com valor (seja por meio de comentários, valor educacional ou edição de alta qualidade) para o vídeo original, seu vídeo não será sinalizado como conteúdo duplicado e colocará em risco a monetização de seu canal.

Exemplos de conteúdo duplicado no YouTube

  • pegar um vídeo existente que não é seu trabalho e enviá-lo para seu canal
  • compilações de vídeo reunidas sem absolutamente nenhuma alteração (tanto de seus próprios vídeos quanto de vídeos que não são de sua propriedade)
  • usar música isenta de royalties (embora seja permitido, usar este tipo de música provavelmente sinalizará seu vídeo, pois muitos outros usuários do YouTube usam os mesmos arquivos de áudio em seus vídeos)
  • conteúdo que já tem Content ID (quando um vídeo é enviado ao YouTube, ele recebe um Content ID atribuído)
  • atividades de violação de direitos autorais, como o envio de vídeos de programas de TV, filmes, gravações de shows (oficiais, não seus vídeos móveis), usando músicas das quais você não tem direitos e qualquer outra coisa que esteja sob proteção de direitos autorais
  • enviar vídeos de jogos que não foram editados
  • vários usuários enviando o mesmo vídeo
  • conteúdo que parece ser gerado automaticamente e / ou tem uma voz sintética narrando o conteúdo de terceiros
  • etc.

Como o YouTube descobre conteúdo duplicado?

O YouTube descobre conteúdo duplicado de duas maneiras. O primeiro são os usuários sinalizando um vídeo como conteúdo duplicado e relatando manualmente um canal. A segunda é usando seu próprio algoritmo.

O algoritmo usa uma série de critérios de comparação, incluindo

  • o tamanho do vídeo,
  • o formato em que o vídeo foi carregado,
  • taxa de quadros,
  • forma de onda de áudio,
  • tipo de codificação
  • distribuição de pixels
  • etc.

Cada vídeo enviado obtém um ID de conteúdo com base nesses critérios e pode ser usado para determinar se há uma correspondência de áudio ou vídeo ou mesmo uma correspondência parcial.

O que você pode fazer a respeito depende da situação e de como seu vídeo foi sinalizado (ou melhor, de quem o sinalizou). O algoritmo geralmente sinaliza o conteúdo durante o upload. Então você pode fazer algumas edições, adicionar mais comentários de áudio, adicionar mais conteúdo, mostrar sua presença (na tela) ou qualquer outra coisa para alterar a assinatura digital do vídeo. Você também pode fornecer mais contexto sobre o vídeo na descrição ou no próprio vídeo.

Se você recebeu um relatório manual, as coisas ficam um pouco mais complicadas e você precisa pesquisar um pouco por que isso aconteceu. Você pode tentar editar o vídeo e adicionar mais conteúdo, mas geralmente será necessário mais do que isso para que seu vídeo seja limpo.

Minha descrição do YouTube pode ser sinalizada como conteúdo duplicado?

Sim, se a descrição do seu vídeo do YouTube for uma cópia exata de outro vídeo, ele pode ser sinalizado como conteúdo duplicado. Embora a descrição em si não seja o fator mais forte para conteúdo duplicado, ainda é possível que seu vídeo seja sinalizado. É por isso que é importante sempre ter conteúdo original em suas descrições do YouTube.

O conteúdo duplicado inclui títulos e miniaturas de uma série de vídeos?

Se você tiver uma série de vídeos com títulos semelhantes, como “Episódio 1”, “Episódio 2”, etc., onde as miniaturas são um tanto semelhantes, você não será afetado por uma penalidade de conteúdo duplicado do YouTube.

O algoritmo do YouTube é inteligente o suficiente para saber que o conteúdo real do vídeo é diferente – como a duração do vídeo, o que é mostrado e dito nele, o tópico do vídeo, as “palavras-chave” que você menciona em seu vídeo, etc. .

Na verdade, uma série de vídeos pode aumentar suas métricas de engajamento e, portanto, suas classificações de SEO no YouTube. Ao marcar seu conteúdo em uma série de episódios, você torna mais fácil para o usuário final consumir seu conteúdo – e de alguma forma os incentiva a assistir ao próximo vídeo. Na verdade, uma estratégia popular com esse tipo de série de vídeos é agrupá-los em uma lista de reprodução que torna mais fácil para o usuário continuar sua sessão de exibição.

O conteúdo duplicado do YouTube é diferente do conteúdo duplicado do Google?

Em essência, não, conteúdo duplicado é o conteúdo em qualquer formato (seja texto, imagem, vídeo …) que é copiado / reutilizado de um lugar para outro sem que nada de valor seja adicionado a ele.

Existem, no entanto, três diferenças entre o conteúdo duplicado no YouTube e no Google:

1. Como o conteúdo duplicado é descoberto

O Google pode, para a maior parte do conteúdo, confia em seu algoritmo 100%, pois o código é confiável e seu algorítimo já foi amplamente discutido e estudado. É por isso que você raramente ouve falar de pessoas que relatam conteúdo duplicado de sites ao Google (simplesmente não é necessário). No YouTube, entretanto, as coisas ficam um pouco mais complicadas. Como o algoritmo ainda não é inteligente o suficiente e não é capaz de realmente ver o conteúdo visual, critérios diferentes precisam ser usados ​​para comparação. O algoritmo deve comparar o tamanho, o formato em que o vídeo foi carregado, a taxa de quadros, a forma de onda do áudio, o tipo de codificação, etc. É por isso que o YouTube depende mais dos usuários que relatam canais e sinalizam o conteúdo como duplicado manualmente.

2. Quais são as consequências de ser sinalizado por conteúdo duplicado

A segunda diferença está nas consequências. O Google considera o conteúdo duplicado muito mais leve do que o YouTube. O conteúdo duplicado em seu site pode afetar sua classificação, mas penalidades severas são raras.

O YouTube, por outro lado, não vai pensar duas vezes antes de desmonetizar seu canal, removendo-o do Programa de Parcerias do YouTube e removendo o Superchat de seu canal.

3. Quem é o proprietário do conteúdo

O conteúdo duplicado no Google pode acontecer tanto no seu próprio site quanto se você copiar o conteúdo de terceiros. No YouTube, isso é um pouco diferente – aqui, geralmente você copia conteúdo de outros canais que é penalizado.

O YouTube trata o conteúdo duplicado da mesma forma que o Google e isso influencia as classificações?

Sim, o YouTube trata o conteúdo duplicado de maneira semelhante ao Google e isso afetará a classificação do seu vídeo, pois o vídeo não será mais listado nas páginas de resultados.

É importante mencionar, no entanto, que embora o Google possa pagar uma penalidade ao seu site por causa do conteúdo duplicado, as consequências nunca serão tão graves quanto o YouTube que remove o conteúdo e (às vezes) o canal inteiramente.

Como evitar penalidade de conteúdo duplicado no YouTube

como evitar penalidade de conteúdo duplicado no YouTube

Conteúdo duplicado é qualquer conteúdo que é copiado sem qualquer valor adicional sendo adicionado. E o YouTube e o Google têm tudo a ver com o valor.

Sejamos honestos – o YouTube é baseado em vídeos de reação e comentários em vídeo. Esses vídeos em grande parte emprestam os recursos visuais de outros canais e fontes – sejam clipes de filmes / programas de TV, filmagens de jogos, vlogs ou outro conteúdo. Mas, enquanto houver uma narrativa ou comentário adicionado a ele, ele não será sinalizado como duplicado.

Aqui estão algumas dicas para evitar ser sinalizado por conteúdo duplicado.

  1. Adicione comentários (exemplo – vídeos explicando tudo o que há de errado com um filme)
  2. Mostre que você está no vídeo, comentando e aparecendo no vídeo (exemplo – vídeos de reação)
  3. Não use músicas que tenham direitos autorais, use músicas gratuitas do YouTube
  4. Use as descrições com sabedoria – explique o que você está tentando alcançar com o vídeo e por que parte do material é reutilizado

Ou você pode apenas fazer conteúdo original. Apenas dizendo 😛

O que acontecerá se meu vídeo do YouTube for sinalizado como conteúdo duplicado?

Se o seu vídeo do YouTube for sinalizado por conteúdo duplicado, você receberá um e-mail notificando-o primeiro. Por correio, o YouTube irá informá-lo sobre o que acontece a seguir. Pode ser que eles dêem uma parte da receita do vídeo ao proprietário dos direitos autorais, digam para você retirar o vídeo ou editá-lo e reenviá-lo ou podem estar desmonetizando seu canal por completo. Siga as instruções no e-mail e, se tiver mais perguntas, consulte este artigo para obter ajuda.

Geralmente, existem vários cenários / resultados que serão determinados com base no que sinalizou como conteúdo duplicado. Esses são:

  • O vídeo pode ser desmonetizado
  • O vídeo pode ser removido
  • O canal pode ser desmonetizado (removido do Programa de Parcerias do YouTube)
  • O canal pode ser removido do YouTube

Considere que, como qualquer outro algoritmo, o YouTube provavelmente mantém o histórico de seu canal e permite apenas que muitos “erros” sejam cometidos. Isso significa que ser continuamente sinalizado pelo YouTube resultará em uma penalidade em seu canal.

O que devo fazer se alguém copiar meu vídeo do YouTube um a um?

Se alguém copiou seu vídeo do YouTube um a um, o YouTube tem sistemas para ajudar criadores de conteúdo como você a manter seu conteúdo original e propriedade intelectual. Se alguém copiar seu vídeo do YouTube um a um (ou mesmo parcialmente), você pode enviar uma reclamação de direitos autorais e iniciar uma remoção.

Aqui está um processo passo a passo sobre como denunciar ao YouTube vídeos que copiaram você ou roubaram seu conteúdo:

1.Clique nos três pontos (…) para obter mais opções e escolha Denunciar

2. Escolha “viola meus direitos” e escolha “problema de direitos autorais” na caixa suspensa

3. Clicar em próximo o levará para Enviar um aviso de remoção de direitos autorais

Se o canal cujo vídeo você está denunciando copiou vários vídeos que pertencem a você, envie uma reclamação para tantos quantos puder e denuncie o canal. 3 violações de direitos autorais válidas dentro de 3 meses encerrarão o canal.

Esta é uma ação legal (não no sentido de ser bacana, aqui no sentido de ter valor diante a lei), portanto, leve este processo a sério e certifique-se do que está denunciando. Fazer reivindicações falsas pode resultar na suspensão de sua própria conta.

O que acontece se você tiver o mesmo vídeo em dois canais do YouTube?

Se você conseguir enviar o mesmo vídeo em dois canais do YouTube, o segundo vídeo será sinalizado como conteúdo duplicado e você pode até ter seu canal removido.

No entanto, na realidade, o sistema de ID do conteúdo implementado deve impedir que você faça o upload.

Isso pode ser um problema se você tiver 2 canais que agora decidiu mesclar ou se estiver movendo o vídeo de um canal para outro. Para fazer isso, baixe os vídeos que deseja mover. Tente enviá-los para o novo canal. Se você receber um erro duplicado durante o upload, será necessário encerrar o canal antigo antes de tentar novamente. Mesmo se não houver erro durante o upload, certifique-se de limpar o canal antigo o mais rápido possível para evitar que o novo canal seja removido.

O que acontecerá se meu canal do YouTube for removido devido a conteúdo duplicado? O que posso fazer a respeito?

Se o seu canal for removido por causa de conteúdo duplicado, isso significa que você infringiu os direitos autorais (normalmente outro usuário ou vários usuários o denunciaram manualmente). Às vezes, o canal não é totalmente removido, mas removido do Programa de Parcerias do YouTube (ou seja, desmonetizado) Se isso acontecer, o YouTube recomenda que você edite ou remova o conteúdo do vídeo em questão para que esteja em conformidade com os padrões. Você tem 30 dias para cumprir as políticas do YouTube e reenviar sua inscrição para o Programa de Parcerias do YouTube. Feito isso, o YouTube analisará sua inscrição manualmente e, se você cumprir os padrões e diretrizes, seu canal será restaurado. Você sempre pode atualizar seu vídeo usando o YouTube Studio ( clique aqui para acessar o editor ).

Seu próprio conteúdo pode ser duplicado no YouTube?

Em primeiro lugar, você não poderá enviar o vídeo exato duas vezes, pois o algoritmo irá sinalizá-lo quando você tentar carregá-lo. Quanto às descrições de vídeo, miniaturas, cópias parciais de seus vídeos anteriores e atualizações – contanto que todo o conteúdo seja totalmente seu, o YouTube deve lidar com isso de forma muito mais leve do que normalmente. Em qualquer caso, você deve estar muito mais seguro de relatórios manuais de outros usuários.

Se você quiser ter certeza de que seu vídeo não será sinalizado, pense exatamente no que seus seguidores estão ganhando com este vídeo. Lembre-se de que o YouTube tem tudo a ver com valor agregado.

Para uma solução rápida:

  • Faça alguma edição nas partes copiadas
  • Adicione sua voz ou esteja presente na tela
  • Dê contexto no vídeo ou na descrição do vídeo

Há mais informações sobre isso na resposta a “Como evitar penalidade de conteúdo duplicado no YouTube?” mais acima neste artigo.

Curiosamente, o YouTube também sabe exatamente qual arquivo você está tentando enviar (provavelmente com base em metadados). Isso pode ser visto claramente nos casos em que um de seus vídeos falhou no envio – assim que você tentar reenviar o vídeo, o YouTube irá “gravar” automaticamente o arquivo existente que é mostrado no Editor do YouTube Studio.

Esperamos que agora você compreenda melhor o conteúdo duplicado no YouTube. 

E se você quer apoio profissional par sua carreira de YouTuber, CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços.

Fonte: https://morningscore.io/

Canais do YouTube foram clonados, junto com toda a plataforma – O seu também foi?

Desde que o YouTube começou a se diferenciar pelo fato de oferecer a possibilidade de “qualquer um” poder publicar um vídeo, a plataforma não parou de crescer e se tornar popular.

Rapidamente, muitas pessoas passaram a preparar conteúdos mais elaborados, com o objetivo de atingir mais audiência. Com isso, o YouTube passou de um local para entretenimento para uma plataforma de negócios.

Negócios pra muita gente. Agora imagine que você fosse o dono do YouTube. Bom, para algumas pessoas, imaginar não e o suficiente. Elas quiseram “clonar” o YouTube e todo seu conteúdo. Isso mesmo!

Os sites “Kzclip” e “Th-cam” fizeram isso. De alguma forma, praticamente todo o conteúdo que está no YouTube foi parar lá. Os sites tem uma interface bem parecida com a do YouTube e apresenta os canais, links e páginas de canal de maneira extremamente semelhante ao modo em que o YouTube faz.

Os sites chegam a copiar até mesmo o texto de descrição dos videos e o texto da descrição dos canais, substituindo a palavra “YouTube” caso exista no texto original, pelo nome do site clone.

Até mesmo os comentários feitos nos vídeos são clonados! É possível que todo o conteúdo do YouTube esteja lá, inclusive seu canal, que com certeza está lá.

Mas, além do problema de direitos autorais, os dois sites promovem vários links maliciosos, disfarçados de anúncios de vídeos. Provavelmente daí vem a renda dos criadores desses clones.

Cilada Bino! O site tenta fazer você clicar em links maliciosos!

Esse assunto nos chamou a atenção depois de um vídeo publicado no canal Gestor de Marketing, do professor Olímpio Araújo Junior, que você pode ver clicando aqui.

O ataque dos clones!

E se uma pessoa quiser subir vídeos para esta plafaforma? Bem nesse caso a plataforma pede para você por suas credenciais do Google. O ponto é que com isso, você pode estar dando seu login e senha para um site não confiável. Então, melhor não!

Na internet, encontramos vários sites oferecendo scripts para que qualquer pessoa com algum conhecimento de programação possa criar seu próprio clone do YouTube.

Não recomendamos que você navegue por esses sites clones, já que não são seguros para você pois podem estar cheios de software malicioso, que pode roubar seus dados entre otras coisas.

Se você quer apoio para sua carreira de influenciador, CLIQUE AQUI e conheça o que podemos fazer por você!