5 erros que um YouTuber comete que podem destruir sua carreira

shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape

Iguatu, CE –   Você um dia criou coragem, criou seu canal. Começou a gravar, foi aprendendo a editar seus vídeos e a escrever roteiros interessantes e com isso, seu canal foi crescendo.

Já com um público definido, de repente você percebe que seu canal já não cresce como antigamente. Não consegue as mesmas visualizações de antes, nem a mesma quantidade de inscritos que sempre conseguia mensalmente. Você se pergunta o que está acontecendo e logo se conforma com a teoria de que “é um bug no YouTube” ou “é assim mesmo que acontece” de vez em quando. Mas será que a verdade é outra?

Separamos alguns motivos pelos quais seu canal pode ter deixado de crescer ou até começou a diminuir seus números. Veja só:

  • Não interagir com seu publico: você recebe comentários de todo tipo, alguns bons e outros nem tanto. Mas como você prefere conversar “apenas com amigos” você opta por ignorar a maioria (ou todos) que interage com seu conteúdo. Isso pode com o tempo fazer com que os comentários diminuam, afinal, não vale a pena comentar se não há resposta. Não faça isso. Teu público merece uma resposta sua se ele decidiu interagir com você. Mesmo que você não responda a todos os comentários que receber, se esforce pra responder da melhor forma o maior número de comentários possível.
  • Se envolver com polémicas: com a popularização dos canais de “tretas”, muitos YouTubers decidem, muitas vezes “de propósito”, entrar em polêmicas com outros YouTubers para que isso seja comentado em canais de notícias no YouTube e dessa forma o canal ganhe publicidade. É uma estratégia que pode destruir seu canal, principalmente se você no final, ficar sendo o “vilão” da história.
  • Não gravar e postar vídeos com frequencia: isso é um problema muito frequente. No começo, queremos gravar vídeos praticamente todo dia. Depois de um tempo, e com a falta dos resultados que queríamos, o ánimo já não é o mesmo, e deixamos de lado a frequência nas postagens. Isso afunda ainda mais o canal. Você tem que postar de preferência, toda semana, no mesmo dia e horário para que seu canal seja melhor posicionado e para que seu público se acostume ao dia e horário em que verão seus novos conteúdos.
  • Gravar “de tudo um pouco”: outro erro comum. No começo, quando seu canal ainda não se posicionou na lista do YouTube, é essencial que você tenha um tema como base para seus vídeos. Não precisa gravar sempre o mesmo assunto, mas o ideal é que a maioria dos vídeos tenha uma mesma linha de pensamento, que falem de temas relacionados entre si. Canais já consolidados no YouTube às vezes mudam os temas dos vídeos, mas eles já conquistaram seu público. Mas mesmo eles, se abusarem, poderão perder exposição no YouTube.
  • Cobrar preços fora de mercado para anunciar no canal: esse costuma ser um erro de canais que já tem um público grande. Pode ser que por um tempo, o canal além dos muitos inscritos, contava com muita interação por parte do público e cada vídeo tinha muitos milhares, centenas ou até milhões de visualizações. Mas pode ser que atualmente o canal viva momentos de “vacas magras”. E com isso cada vídeo já não ganha tantas visualizações como antes. No entanto, o YouTubers crê que ainda pode cobrar os mesmos valores em anúncios que cobrava quando seu canal tinha mais audiência. Se ele insistir nisso, o resultado será que os anunciantes irão procuram outros canais para anunciar. E você sem perceber, estará perdendo muito, muito dinheiro.

Essas são algumas formas em que sem perceber em alguns casos, um influenciador pode sabotar a si mesmo. Esperamos que você cuide bem do conteúdo e da sua carreira como influenciador.

Se você quer apoio profissional para sua carreira, CLIQUE AQUI

Nos vemos no próximo artigo!

One Comment:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *