como funcionam as tags

Seu canal no YouTube recebe muitos ataques de haters? Veja aqui o que fazer

Lidar com haters é um dos aspectos mais difíceis do YouTube como criador.
As pessoas gostam de dizer aos outros que estão errados (mesmo que não estejam).
É a natureza humana que se aplica ao YouTube e outras mídias sociais também.

Esperamos que esse artigo te ajude a lidar melhor com comentários negativos e agressivos que infelizmente todo canal e todo perfil social está sujeito.

Vamos primeiro tirar um pouco da semântica do caminho:
O que é um comentário negativo?
Um comentário negativo ou de ódio significa algo diferente para todos.
Um comentário negativo pode ser que alguém não concorda com sua opinião de forma respeitosa. Comentários negativos, portanto, não são exatamente comentários com ódio ou de haters. Ao contrário, pessoas que gostam do seu conteúdo podem em algum momento, fazer comentários negativos, mas porque querem que você continue fazendo conteúdo que seja interessante para elas. E não há nada de errado nisso.
Então nosso foco aqui serão os haters mesmo.
Pessoas que têm o desejo de ferir os outros com palavras, simplesmente “porque sim”.

1. Haters muitas vezes odeiam porque não conseguem ser felizes de outra forma

Infelizmente, há muitas pessoas que não conseguem se divertir na internet de outra forma, sem ser atacando a outras pessoas. Muitas vezes a motivação é porque elas gostariam de ter ou ser como as pessoas que elas vitimizam online. Mas por algum motivo, elas não conseguiram ou não se sentem capazes de conseguir. E pela frustração, vão ao ataque!

2. Também existem haters que o são por incompetência

Também há muitas pessoas no mundo que não têm pontos de QI suficientes, nenhuma educação adequada, nenhum emprego, nenhuma vida social, nenhum relacionamento, nenhuma perseverança, nenhum objetivo em suas vidas e nada pelo que viver.
Eles passam o dia inteiro assistindo a vídeos no YouTube e comentando sobre os vídeos.

Em outros casos, podem ser pessoas que foram influenciadas por tantas fake news que querem atacar a quem elas acham que estão fazendo algo errado. Seja como for, um hater é alguém que em sua essência, crê que atacando pessoas o dia dele ou dela vai ser mais feliz.

3. Como você responde aos haters no YouTube?

Nunca entre em discussão com as pessoas, especialmente quando tem uma vibe negativa.
Em primeiro lugar, eles não valem a pena.
Em segundo lugar, algumas pessoas são mestres em encontrar pontos fracos em outras pessoas.
Tente rir disso e sacudi-lo dos ombros.
Não dê ao hater qualquer indício de que o comentário o magoou. Isso seria exatamente o que ele quer.

Nem sempre dar uma resposta é algo sensato. Às vezes, queremos dar uma resposta inteligente, para “destruir o hater, mas o que conseguimos é somente dar mais energia ao hater para que ele continue te atacando. Então a melhor opção é deixar de lado a discussão e não entrar no jogo dele.
Além disso, você nunca pode vencer uma discussão. A única maneira de obter o máximo de uma discussão é não entrar nela. Uma discussão só é resolvida com a vitória de uma das partes. E nesse processo, você precisa se lembrar que muitos seguidores seus estão “assistindo” a discussão entre você e o hater. Dependendo do que você responder, você pode piorar a situação e ficar mal com outros seguidores.
Mas e se você decidir responder?
Lembre-se que você é o influenciador ou influenciador. Você é o especialista. Nunca desça no nível de quem apenas quer te machucar. Não funciona.

Existem casos em que é necessário dar uma resposta. Por exemplo se alguém faz uma acusação pesada sobre você e ainda por cima parece apresentar provas dela, aí é necessário que você responda. Mas nunca com pressa, nem motivado pela raiva que talvez você esteja sentindo no momento. Se você tiver uma assessoria (ei, somos uma assessoria, sabia?) acione imediatamente. Sua assessoria vai saber o que fazer, planejar uma estratégia e uma resposta adequada. Sempre com o objetivo de defender sua reputação.

4. Devo deletar comentários de ódio?

Sim e não.
Em alguns casos, a negatividade gerará mais negatividade e o botão de exclusão erradicará totalmente o mal.

Mas tenha cuidado, a exclusão pode sair pela culatra.
Isso pode despertar mais raiva do que o problema original em questão.
O odiador pode levar o problema para fora do YouTube (um fórum, por exemplo), onde você não tem nenhum olho ou controle sobre a situação.
Já que tudo na internet está lá para ser dito para a eternidade, você nunca pode apagá-lo.

Esta é uma das razões pelas quais a maioria dos grandes criadores não responde aos comentários e opta por ignorar.
Muitas vezes ignorar é a melhor opção, pois pode apagar a chama sem que ela entre em conflito.

Ferramentas como o TubeBuddy têm um botão ocultar para comentários.
Você não precisará mais ver o comentário, mas também não o excluiu.
O próprio YouTube tem um recurso de ocultar para certos usuários, todos os comentários são ocultados do usuário para o público, mas o comentarista não pode ver isso.

5. Como evitar comentários negativos?

Resumindo: você não pode.
O YouTube aplica de forma lamentável o comportamento negativo do comentarista com sua atitude em relação aos comentários.
No livro do YouTube: um comentário é uma coisa boa, é engajamento.
Engajamento é igual a promoção. Nesse mesmo raciocínio, quanto mais comentários no seu vídeo, mais engajamento. E quanto mais engajamento seu vídeo tiver, mais relevância ele vai ter. E mais visualizações. Então, isso pode ser um ótimo motivo para deixar o povo comentar livremente nos seus vídeos. O ódios deles pode alimentar seu sucesso!

As pessoas não são responsáveis pelo que dizem ou fazem na Internet.
Eles podem postar anonimamente sem repercussões.
É fácil postar anonimamente as coisas mais odiosas? Odiadores sempre odiarão. A única maneira de lidar com isso é aceitar essa situação. COMO você lida com a situação, é o que conta.

 

6. É uma perda de tempo

Cada segundo que você pensa em um comentário estúpido, é uma perda de tempo.
Tempo que você poderia ter gastado em algo útil que ajude seu canal no YouTube.
O comentador continua com sua vida e não pensa duas vezes, e você se sente mal com isso.
Sim, é mais fácil falar do que fazer, mas é a verdade.

7. É uma luta pelo poder

Como criador do YouTube, você é visto como uma autoridade.
Da perspectiva dos comentadores: quão incrível é saber mais do que outra pessoa? Você quer esfregar isso na cara deles? (nos comentários).
É bom ser superior, não se sentir um fracasso por um momento, e ver uma figura de autoridade falhar.

Não crescemos como espécie humana, ainda somos crianças no parquinho que zombam da outra criança.
Triste, mas verdadeiro. Se você, como criador do YouTube, se sente mal com um comentário: 1 ponto para o comentador, 0 para o criador.

8. Síndrome do impostor

Você é a figura de autoridade como criador do YouTube e as pessoas pensam e esperam que você saiba tudo do seu nicho de atuação.
Então, haverá algum momento em sua carreira de influenciador digital em que alguém vai apontar um erro em um vídeo seu e o erro pode ser real.
Se você estiver errado, não tenha medo de admitir.
Seja honesto sobre isso, isso ajuda muito.
Você não pode saber tudo. Além disso, um comentário que aponte um erro real seu não é de hater.

9. Desative as notificações de comentários

Você pode desligar as notificações de comentários e ir para a seção de comentários apenas quando estiver pronto para isso.
Se você tem um dia de folga, ou não está com vontade hoje, não leia os comentários.
É tranquilo e sossegado.

 

10. Desative os comentários

Muitos criadores têm comentários ativados para todos os vídeos, porque isso ajuda na promoção de seus vídeos (é um fator de classificação).
Mas você não precisa.

Você pode ativar ou desativar os comentários por vídeo, também pode defini-lo como padrão, de modo que toda vez que você enviar um novo vídeo, os comentários serão ativados ou desativados por padrão.

Se você realmente tiver problemas com os comentários, pode desligar completamente.
No entanto, você precisa saber que os comentários ajudam muito na classificação do seu vídeo. Então você pode estar prejudicando a seu conteúdo se desativar os comentários. Além disso, seu público perde a oportunidade de interagir com você sobre o conteúdo em questão.
Não é a melhor opção, mas ela existe e você pode optar por ela.

11. Concordar em discordar

Você não tem que concordar com o comentador.
Você pode dizer isso a eles com respeito: concorde em discordar.

Se você reconhecer a validade das afirmações no comentário, alguém se sentirá ouvido.
Ser reconhecido às vezes é mais importante do que estar certo.

12. Comentários negativos são confiança

Quando você tem apenas comentários positivos em seus vídeos, pode ser suspeito, principalmente como marca.
Você ganha mais confiança se também tiver comentários negativos.
Porque ninguém é 100% perfeito.

Algo para se pensar quando você usa muito o botão de exclusão.

13. 99% não comentam

A maioria das pessoas que fica satisfeita depois de assistir ao seu vídeo não deixa comentários.
Você não ouve essas pessoas porque elas não são vocais nos comentários.
O fato de você não os ouvir não significa que eles não estejam lá. A maioria de seus espectadores são pessoas decentes e inteligentes, mas não sinta vontade de comentar. Às vezes é fácil esquecer isso.

14. 99% são bons comentários

Não se esqueça que de 100 comentários, 99 são positivos. A menos que seu vídeo seja algo que vá contra o que é aceitável na sociedade.

E sim, existem vídeos no YouTube com maioria de comentários negativos. Mas novamente, geralmente são vídeos de grande polêmica e aí não tem jeito. Se seu conteúdo não é polêmico, então você pode ficar tranquilo que a maioria dos comentários não serão de haters.
Mas nós, humanos, tendemos a dar um zoom naquele 1 comentário negativo, que apaga todos os outros 99 comentários bons.

15. Transforme veneno em remédio

Comentários negativos também podem ser uma oportunidade de transformar um odiador em fã.
Se você pedir um feedback construtivo a um odiador, isso pode transformá-lo em um fã para o resto da vida.
Eles se sentem ouvidos.

Pergunte a ele porque ele pensa dessa forma que ele comentou. Tente descobrir, sem ser agressivo, o motivo do comentário do hater. Em alguns casos, o hater pode se sentir notado e pode se transformar em um aliado. Acredite, isso acontece mais do que você pensa!
Você pode realmente obter alguns comentários úteis que ajudam na qualidade do seu conteúdo.

16. Comentários negativos não são todos ruins

Embora muitos comentários ruins tenham uma conotação negativa, eles podem ser um feedback útil.

Por exemplo:
Se você receber um comentário desagradável sobre a música de fundo em um de seus vídeos, mesmo que for um comentário nada agradável de ler, dê atenção a isso.
Assista novamente ao vídeo e veja como está o áudio. Veja se usando fones de ouvido e usando o som do computador você consegue detectar se o som não está bom realmente.
Se detectar problemas, então o comentário, mesmo cheio de ódio, te ajudou a melhorar a qualidade dos seus vídeos. Agradeça ao hater!

 

17. Admita que você está errado

Não importa quanta pesquisa você faça, os erros às vezes escapam pelas rachaduras.
Alguém vai apontar isso nos comentários, isso é uma garantia.

Não há vergonha em admitir que você estava errado.
Você pode pensar que perde o prestígio, mas na verdade isso o torna mais humano e acessível.
As pessoas provavelmente o respeitarão mais por isso.
Pedir desculpas é opcional. Mas é poderoso

19. Feedback construtivo

Feedback construtivo e respeitoso é raro no YouTube.
Mas acontece.
Sempre agradeça ao comentarista por ser respeitoso com isso, mesmo quando não esteja de acordo.

 

 

22. Você não pode raciocinar com estupidez

Você simplesmente não pode raciocinar com estupidez, simplesmente não pode.
Nem vale a pena o uso de seu cérebro, espaço ou tempo.

Conclusão

Sempre tenha uma atitude positiva em seus vídeos.
Isso começa com sua miniatura e título.
As primeiras impressões negativas atrairão pessoas negativas.

Quando se trata de haters:
Você tem que tomar uma decisão consciente para não deixar que isso o atinja, caso contrário, isso vai consumir você e desmotivar você.
Isso é um desperdício de todo o esforço que você coloca em seu canal do YouTube.

Se você receber um comentário odioso, pergunte-se: onde esse comentário se encaixa na minha vida?
É útil para mim ou para a qualidade do conteúdo? Não?
Tente esquecer!
E novamente, é mais fácil falar do que fazer.

E se você quer ajudar profissional para sua carreira de YouTuber, CLIQUE AQUI.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

code