sabotagem no youtube

30 bobagens que YouTubers fazem – E os motivos pra você não entrar nessa

Nesse artigo, vamos comentar com você sobre coisas terríveis que muito YouTuber faz em troca de visualizações e que não deveriam fazer. Afinal de contas, o que você faria em troco de ter sucesso como influenciador digital? Tem gente que não tem limites.

Preparamos uma lista de coisas que, apesar de muitos YouTubers fazerem, você não deve fazer, porque não são éticas. Vamos lá!

  1. Click bait em quase todo título de vídeo ou thumbnail.
  2. Música de fundo ficar na frente e não no fundo do vídeo. Ou seja, por a música de fundo alta demais.
  3. Usar thumbnails muito “forçadas” ou apelativas. Muitas vezes colocando temáticas sexuais ou sugestivos (incluindo em vídeos em que crianças também assitem)
  4. Mentir sobre o que estamos vendo no vídeo. A pessoa diz que vai fazer algo que na realidade, não fez.
  5. Introdução longa demais. Isso dá vontade de sair do vídeo.
  6. Abusar das “setas gigantes” que às vezes, não apontam para nada na thumbnail. O recurso deve ser usado corretamente.
  7. Fazer mil “caras e caretas” na thumbnail, muitas vezes exagerando a reação que realmente teve diante de algo relatado no vídeo.
  8. Vídeos em que o YouTuber finge estar deprimido e se grava chorando, com close nos olhos (pra todo mundo ver como ele está chorando), para tentar chamar a atenção.
  9. Canais que tem “neura” sobre o tempo de duração de um vídeo. Todos os vídeos tem que ter uma certa duração, sempre.
  10. Enrolar demais pra mostrar o conteúdo real do vídeo. Justamente por causa do ponto anterior.
  11. Falar de maneira artificial, robótica ou muito teatralizada.
  12. Não fazer thumbnail para seus vídeos
  13. Imitar descaradamente a outro canal.
  14. Baixar vídeos de outro canal e usar no seu, com se fossem seus.
  15. Não responder a nenhum comentário.
  16. Fazer vídeos com informações falsas e jurar que são verdade.
  17. Fazer vídeos em que o YouTuber afirma que algo está acontecendo quando na verdade, é tudo ensaiado.
  18. Fazer vídeos em que o YouTuber coloca em risco a vida de animais.
  19. Fazer vídeos em que o YouTuber coloca em risco a vida de outras pessoas.
  20. Fazer vídeos em que o YouTuber coloca em risco a própria vida.
  21. Fazer vídeos cometendo ou querendo fazer parecer que está cometendo um crime.
  22. Quando desmascarado, ameaçar o denunciante.
  23. Pedir troca de inscritos em grupos no Facebook.
  24. Negociar patrocínios sem ter audiência real.
  25. Não cumprir acordos com patrocinadores.
  26. Ignorar e-mails em geral. Muitas boas propostas são ignoradas junto.
  27. Fazer vídeos dizendo estar muito doente, para chamar a atenção. Tempos depois, “milagrosamente” a doença desaparece.
  28. Ofender ao público diretamente, seja no título do vídeo ou no conteúdo.
  29. Desativar comentários porque não quer receber feedback negativo.
  30. Não seguir uma temática no canal. Gravar tudo o que “der na telha”.

Essas são coisas que são muito comuns hoje em dia. Mas você não precisa seguir nada disso. Nós já falamos aqui, aqui e aqui sobre como ter sucesso como YouTuber, além de vários outros artigos publicados.

Se você precisa de ajuda profissional para sua carreira como YouTuber, CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços.

 

jogar-a-toalha

30 perguntas que você deve se fazer antes de desistir do YouTube

Depois que comentamos com você 50 perguntas que você deve se fazer antes de começar um canal no YouTube, agora queremos conversar com você que criou seu canal faz algum tempo e pensa em desistir. Esperamos que essas perguntas te ajudem a tomar uma decisão adequada. Vamos a elas!

  1. Faz quanto tempo que você criou seu canal?
  2. Você faz quantos vídeos por semana?
  3. Você planeja o que vai gravar antes?
  4. Sabe como fazer um roteiro para um vídeo?
  5. Você tem uma estratégia para conseguir temas para vídeos?
  6. Já estudou algo sobre SEO? Sabe o que é isso?
  7. Procurou ajuda profissional alguma vez?
  8. Seu canal tem um tema central?
  9. Por que você pensa em desistir do seu canal?
  10. Já verificou se o tema do seu canal é de interesse de muitas pessoas?
  11. Já pensou em mudar o tema do canal?
  12. Qual a razão de você ter criado seu canal?
  13. Será que você poderia fazer algum ajuste em sua agenda para ter mais tempo para planejar seu canal?
  14. Quer desistir por motivos financeiros?
  15. Você sabe o que fazer para monetizar seu canal?
  16. Seus vídeos são planejados ou você grava “o que vem na mente”?
  17. Você usa thumbnails chamativas?
  18. Os títulos dos seus vídeos são interessantes para muitas pessoas?
  19. Você escreve boas descrições para seus vídeos?
  20. Você posta vídeos sempre no mesmo dia e horário?
  21. Você posta vídeos todas as semanas, sem falta?
  22. O que você tem feito para divulgar seus vídeos?
  23. Você divulga seus vídeos?
  24. Seu canal tem conta em redes sociais?
  25. Você se inscreveria em seu próprio canal?
  26. Se você fosse outra pessoa, assistiria aos vídeos do seu canal?
  27. Se você recebesse ajuda profissional, continuaria com seu canal?
  28. Você sabe o que uma agência de YouTubers pode fazer por você?
  29. Estaria disposto a investir em seu canal, como um empresário investe em sua empresa?
  30. Se desistir agora, você será um influenciador famoso daqui alguns meses ou anos?

Esperamos que essas perguntas te ajudem a pensar melhor no seu caso. E claro, se você precisar de ajuda profissional, CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços.