5 Razões para sua marca anunciar com influenciadores digitais

O marketing de influência é uma estratégia de marketing digital que promove vínculos importantes entre consumidores e marcas por meio de influenciadores digitais.

Os consumidores confiam mais nas recomendações emitidas por indivíduos do que por marcas, o que abre as portas para empresas de todos os tamanhos e setores realizarem campanhas com influenciadores digitais.

Afinal, não é o tamanho da empresa que define a estratégia, mas os objetivos do negócio e a vontade de cooperar com os influenciadores digitais.

Mas para que o marketing de impacto funcione, o segredo está no planejamento e no gerenciamento. Nesse sentido, o apoio de consultoria especializada e uma plataforma inteligente fazem a diferença.

Existem vários motivos pelos quais sua empresa deve fazer parceria com influenciadores digitais.

IMG_256

Aqui estão cinco deles:

  1. Ganhe a confiança dos seus seguidores

O marketing de influence gira em torno da confiança e autoridade do seu dialogo, aumentando assim a sua visibilidade, consequentemente você acaba ganhando mais público e indicações das pessoas que lhe seguem.

Não basta apenas oferecer uma bonificação ou permuta e esperar que o influenciador exerça a sua função junto ao público alvo.

  • Quem não é visto, não é lembrado, isso vale para a sua marca.

Se a sua marca deseja acalçar o universo ou uma extensão grande do marketing boca e boca é importante, investir muito bem em divulgação. Mostre ao seu público o valor da sua marca, com certeza isso vai proporcionar resultados positivos ao seu negócio.

Desde que a lembrança da sua empresa seja positiva é claro, empresas sérias dedicam esforços para zelar pela a sua reputação. Essa é uma das dicas mais importantes do marketing influence.

Vale ressaltar que esse tipo de divulgação é indicado para todas as modalidades de negócio, seja pequeno, média ou grandes empresas.

  • Autoridade engajada e qualificada.

O principal objetivo do seu marketing de influência é atrair clientes, na realidade toda estratégia tem como foco esse objetivo, é influenciar o seu público ao objetivo final que é exatamente a tomada de ação.

Tudo gira em torno do famoso engajamento, a soma desse sucesso são as curtidas, comentários, compartilhamentos dos seus conteúdos, das suas postagens. Simplesmente a mágica acontece quando o seguidor visualiza o seu post e toma ações sob o mesmo, é assim o seu funil de vendas tem maior probabilidade de fazer todo o ciclo.

O engajamento do seu público é mensurado, através das visualizações e o seu crescimento a respeito dos seguidores, se a ídeia é dar uma ampla visibilidade ao seu negócio, a sua escolha tem que ser acertiva.

O principal objetivo é converter, fazer vendas, por isso foque sempre na ação, se você está chegando no mercado agora, precisa entender  que o marketing tradicional está perdendo espaço no mercado.

  • Leads é o sucesso do seu negócio.

Depois de ter planejado a sua campanha, objetivo bem definido, chegou a hora de capturar os leads para o nosso foco. Planejamento ao decorrer de todo o processo é essencial, precisamos definir muito bem os conteúdos. É preciso impactar o público, ao criar seus conteúdos, inclua testemunhais.

Pessoas gostam de ouvir histórias reais que inspiram, e ai que o influenciador entra, pois ele sabem muito bem o que o público procura e gosta de ouvir.

Espontaneidade e ajustes ao decorrer da campanha são muito bem vindos. Agora é só preparar toda a sua equipe para atender muito bem os seus leads.

  • Com os influenciadores, você consegue alcançar excelentes resultados com baixissímo investimento.

Quem trabalha com marketing digital sabe que a maneira mais fácil de conseguir excelentes retorno é investindo no marketing influencer, que gera retorno com baixo investimento, comparados aos meios de divulgação tradicionais.

Na realidade temos que pensar fora da caixa e começar a quebrar todos os paradigmas, o marketing de influencia trata de relacionar pessoas.

É preciso tirar da cabeça que marketing de influencia é algo caro, muitos dos influenciadores aceitam permutas, é e claro que a sua empresa tem algo a oferecer.

Hoje a uma gigantesca infinidade de interações, ler comentários, comentar, compartilhar post, reagir as interações é necessário monitorar como anda o seu desempenho.

A venda de produtos através de um código exclusivo do influenciador é muito bem recomendado, de fato é algo positivo que gera muitos leads.

Diantes de todos os motivos apresentados ao decorrer do post, você ainda tem dúvidas o porque o marketing de influencia é tão importante?

Acredito que não, diferente do marketing tradicional, o marketing influence é muito utilizado para atrair público de maneira mais rápida e organica, porque o investimento é mínimo e você fica atraindo leads por muito tempo.

Além disso, as pessoas se enganam de pensar que esse é um serviço caro, que entender porque? Digamos que você é uma loja virtual de roupa, que está começando agora, mal tem seguidores, ser você talvez fecha uma parceria com uma digital influente bem conceituada com muitos seguidores de sua cidade e oferecer a ela permuta.

Você ganha, é o digital influence também, porque automaticamente o público dela que não é pequeno vai seguir as recomendações da mesma e assim você vai criando conteúdo e engajamento, a única troca oferecida neste caso foi a permuta.

Então comece a pensar fora da caixa, seu negócio pode ser divulgado por grandes influenciadores e ser você quer ser tornar um, precisa seguir pessoas que são referências no seu nicho de atuação.

O marketing de influencia, permite que você interaja com o seu público de maneira que possa criar um vínculo, um relacionamento, é isso que faz o negócio de fato alavancar.

E se você quer ajudar para alvancar seu canal, CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços.

IMG_256

5 maneiras de ganhar dinheiro como influenciador

IMG_256

Existem hoje diversas maneiras e formas de ganhar dinheiro como influenciador. Porém é extremamente importante ressaltar, que as empresas no geral estão cada vez mais critériosas e exigentes na hora de escolher seus influenciadores.

Por conta disso, é importante levar alguns pontos em consideração, confira a seguir:

  • Qual o nicho que eu devo atuar?
  • Qual é o seu objetivo?

Acertar o conteúdo para o seu nicho significa acalçar a sua audiência de maneira acertiva e assim ganhar cada vez mais visualizações, ser tornando especialista naquele assunto.

  1. Venda seus serviços

Ao ser tornar especialista e referência ao criar seus conteúdos, isso vai tornar mais fácil e acertivo a venda dos seus produtos e serviços, afinal de conta seu público já confia em você, reconhecimento é tudo.

Se você escolheu trabalhar com redação, você pode ganhar dinheiro ajudando pessoas que precisam de ajuda neste área, é bem simples, você vai criar conteúdos e oferecer através deles os seus serviços.

  • Invista em marketing de afiliados

Com certeza ser você é um internauta nato, já adquiriu alguns produtos e serviços recomendado em blogs ou sites de sua confiança não é mesmo, se sim! Acabou de ajudar algum influenciador a ganhar dinheiro, o marketing de afiliado é um dos cabum do marketing, onde consiste a compra de algum serviço ou produto através do link do afiliado, criado por outra pessoa sem ser o vendedor.

O modelo mais tradicional é o link em blog ou sites de produtos, ser você não tem o desejo de ser tornar um influenciador, uma maneira de ganhar dinheiro é através do programa de afiliado.

  • Famosos conteúdos patrocinados

Diferente da primeira dica mencionada ao decorrer do post, esse modelo visa vender o seu próprio espaço para outros negócios com o intuito de divulgação.

Dessa forma, o conteúdos e produzido e publicado na própria rede de interação do seu perfil, você vai precisar somente seguir o modelo contratado pelo o seu cliente, isso na realidade te deixa dependente apenas dos contratante, o que limita seu poder de decisão nos conteúdos, mais ajuda quando o assunto for faturar uma renda extra como influence.

  • Produzindo seus próprios produtos e conteúdos

Caso você não seja boa em produzir conteúdos, porque não vender seus produtos, ser um influenciador de sucesso lhe dar essa liberdade. Seja produto digital ou até mesmo físico, você pode criar uma variedade enorme de produtos a serem comercializados, tais como cursos, ebooks, dentre diversas outras opções disponíveis.

Você vai utilizar o seu tráfego de influenciadores para realizar vendas, você vai ganhar monetizando os seus conteúdos e nem vai ficar dependendo de terceiro para lhe dar pautas ao seus conteúdos, essa é uma estratégia bem rentável.

  • Seja um influenciador digital

Nem todo mundo gosta de ficar expondo a sua vida assim nas redes sociais, as pessoas tem uma visão distorcida do que é ser um influenciador, você não tem habilidades na área administrativa? Comunicação? Contabilidade ou qualquer outra de conhecimento? Então você pode ganhar dinheiro oferecendo seus serviços como influenciador.

Além disso, você também pode trabalhar ajudando e auxiliando outros influenciadores famosos, lembra o que eu falei ao decorrer do post “Pense fora da caixa”, o marketing digital possibilida isso a você.

Comece a ganhar dinheiro como influenciador digital de sucesso hoje mesmo!

O ponto chave de todo influenciador e de qualquer pessoa que quer conquistar espaço na internet é CRIAR CONTEÚDO DE VALOR, dei ao público o que eles querem ouvir, o que eles querem ler e compartilhar, quanto mais conteúdo você entregar, mais audiência e público você vai gerar.

Com cada vez mais seguidores e as táticas ensinadas, o seu engajamento tendem somente a crescer, pois o crescimento vai ser constante, seu instagram e todas as suas outras redes sociais irão ser tornar a vitrine do seu négocio, criar conteúdo será o seu emprego principal.

Pense o seguinte é POSSÍVEL GANHAR MUITO DINHEIRO, OFERECENDO CONHECIMENTO. Desde que é claro você seja especialista ou melhor, autoridade no assunto.

No marketing digital influence o céu e o limite, não existe barreira geografica que te impeça de crescer, por isso ser você quer crescer no mercado de influenciadores, busque 4 pilares essenciais para isso, primeiro conheça todo o seu mercado, encontre o que você gosta de falar e fazer, alinhe esse objetivo aos seus propósitos de vida e busque ajuda ou parceria com um profissional.

Se você deseja crescer neste ramo como digital influence mais não sabe por onde começar, conheça os nosso serviços, conte com a nossa consultoria especializada no assunto que vai te ajudar a alcançar seus objetivos como influenciador muito mais rápido e fácil, afinal neste mercado tão extenso, você tem que fazer a diferença por isso acesse o nosso site www.warpmedia.com.br/servicos e venha fazer uma parceria de sucesso conosco.

10 passos para ser tornar um Digital Influencer

Como o marketing de influência é eficaz, o marketing de influência se tornou uma prioridade para muitas marcas. Não faltam empresas dispostas a gastar tempo e dinheiro com verdadeiros influenciadores, que conquistaram o sucesso, tornaram-se elas mesmas e atraíram seus seguidores para se juntarem à sua marca. Mas como você cria o tipo de público que a empresa deseja atingir?

  • Foque na sua persona.

Comece a criar conteúdos criativos de forma generalizada, mais nada de agir e nem percar no excesso, para o público já existente, disponibilize conteúdos que possa gerar valor na vida de alguém, e assim as pessoas possam participar, isso vai ter um efeito duradouro e você vai construir o seu público em massa.

  • Compartilhe os seus conhecimentos e dia a dia livremente.

Seja uma pessoa apaixonada por sua história, causa e oferta, assim foque em sabe tudo sobre você, é compartilhe tudo o que aprender de graça, é assim que as pessoas consomem conteúdo, pois isso fera um valor pra elas.

  • Estratégia e procedimento precisam ser seguidos.

Uma boa base precisa ser feita para que você consiga atrair parceiros, gerencie tudo o que faz de maneira estratégica, tenha uma energia criativa e administrativa, isso vai te ajudar muito na hora de criar seus conteúdos.

  • Sua única voz.

Os grandes influenciadores digitais se destacam pelos os conteúdos que entregam e a frequencia disso, quanto mais conteúdo você entregar, mais perfis seguirão você.

  • Tenha um fluxo constante de postagem.

A frequencia de conteúdos gera valor e conexão com o seu público, além de estreitar um bom relacionamento também, é essencial que essas publicações sejam feitas constantemente, monte um calendário e gerencie bem isso.

  • Inspire confiança e seja autentico.

Ser você quer enganjar seu público, é essencial ser transparente e autentico, as pessoas querem aprender e você tem que está disposto (a) a ensinar, lembre-se que um social mídia é um figura pública, sua vida é compartilhada quase o tempo todo nas redes.

Sua originalidade é o que vai inspirar autenticidade e confiança.

  • Concentre-se em acompanhar as metricas que importam.

Se você quer ser um bom influenciador, não fique contando seus seguidores, porém utilize ferramentas que controle e gerencie os seus acessos e constância do mesmo, isso é importante para que você saiba ser está indo bem.

  • Seja inteligente, cuidado com a vunerabilidade.

Cuidado com o que fala nas redes sociais, utilizar suas fraquezas é uma ponto importante para aproximar público, mais seja honesto e ao mesmo tempo bem cauteloso, exponha coisas que não queime o seu filme.

  • Jamais pegue atalhos.

Não compre seguidores, não utilize robôs, ou outras formas que sejam mais rápidas para que você chegue onde deseja, seja transparente e construa a sua própria audiência de fato a quem você deseja influenciar.

  1. Jamais arrisque a sua reputação, isso é muito importante.

Confiança e autoridade é o que você precisa construir, não caia em ciladas, você vai ver que com tempo e fazendo tudo certinho sua autoridade nas redes vem.

Mas afinal, o que é ser um influenciador das redes?

Se alguma coisa pode mostrar como o surgimento das redes sociais mudou todas as áreas de nossas vidas. É um influenciador digital. Essa profissão relativamente nova no mercado mostra claramente que quando falamos sobre curtidas, comentários e opiniões, estamos falando sobre coisas que a sociedade está seguindo ou rejeitando.

Porém, em inúmeras publicações, publicações de participação, cooperação e parceria, a pergunta ainda permanece: o que é ser um influenciador? Como é o dia a dia de trabalho neste setor? Com isso em mente, conversamos com alguns especialistas no assunto para entender melhor a verdade por trás da carreira dos influenciadores digitais

Mas, com base no termo influenciador digital (ou literalmente influenciador digital), basicamente uma pessoa tem o poder de influenciar um grupo específico de pessoas. Esses especialistas em mídia social influenciam centenas ou até milhares de seguidores todos os dias com seu estilo de vida, opiniões e hábitos.

Vale destacar que o desenvolvimento do influenciador digital ocorre em proporção direta ao aumento do consumo de informações e produtos na Internet. As marcas aproveitaram esse momento para estar mais presentes e mais próximas do consumidor. Na prática, um influenciador influencia e conquista seguidores e fãs por meio da produção de conteúdo, bem como do uso de mídias digitais (neste caso na maioria das vezes Instagram, Facebook, YouTube ou mesmo blog) como meio de divulgação de informações.

Entenda que os influenciadores estão sempre sob os olhos do mercado.

No entanto, existem muitas coisas sobre os influenciadores que não temos o hábito de seguir. Na verdade, esses são os bastidores dessa carreira. Em primeiro lugar, pode-se ver que a crescente importância dos influenciadores tem afetado várias áreas da indústria. Na verdade, mais do que imaginamos.

Hoje, quando você pensa em lançar qualquer produto ou serviço, um dos fatores que sempre leva em consideração é como ele será aceito na internet e nas redes sociais. Ou mesmo pesquisas de mercado a esse respeito costumam ser realizadas, em grande parte, por meio da Internet e das redes sociais.

Se você quer sabe mais sobre esse incrível mundo dos influenciadores digitais venha conversar conosco que vamos tirar todas as suas dúvidas www.warpmedia.com.br/serviços.

Como é hoje o mercado dos influenciadores digitais?

Embora o termo tenha surgido há poucos anos, está diretamente relacionado a uma prática amplamente conhecida e existente no mundo desde 1940: o marketing de influência, cuja fonte é algo utilizado por formadores de opinião.

Numa época em que Orkut e Fotolog estavam febris, o personagem influenciador já estava presente. No entanto, essa prática cresceu em importância como carreira desde que grandes marcas começaram a investir em esforços de marketing de rede social.

Hoje, alguns brasileiros estão entre os YouTubers mais influentes do mundo. Entre eles, o comediante Whindersson Nunes, que ocupa o segundo lugar no ranking internacional, com mais de 30 milhões de seguidores no YouTube e milhares de visualizações. Esses dados mostram o quanto essa profissão ganhou importância nos últimos anos.

Mas não são apenas influenciadores digitais no YouTube. No Instagram, temos Gabriela Pugliesi que compartilha sua formação e alimentação com cerca de 3,8 milhões de seguidores na rede social. O influenciador digital é muito respeitado em seu nicho, e sua autoridade pode ir ainda mais longe que as celebridades, pois as chances de se identificar com elas são ainda maiores.

Quais são os requisitos necessários para ser tornar um influenciador digital?

Infelizmente, não existe uma fórmula mágica para garantir o sucesso de alguém como influenciador digital. No entanto, certas características podem ser vistas como um requisito para os produtores de conteúdo obterem relevância online, passando a despertar o interesse de marcas e potenciais patrocinadores.

Mais autoridade

Ser proficiente em um determinado assunto pode colocá-lo à frente de muitos concorrentes possíveis. O que você faz, ninguém pode fazer melhor? Pode variar de tipos específicos de bordado a métodos de cozimento exclusivos. Quanto mais nichos você escolhe para competir, mais autoridade você precisa demonstrar. Mas, por favor, não me entenda mal! Mesmo que você decida abordar um assunto incomum, ainda precisa provar seu propósito.

Ganhe mais relevância

Além de saber do que está falando, também é preciso fazê-lo de forma atrativa. Aqui, não é necessário apenas entender o que mais interessa ao público, mas também dominar a oralidade, postura diante da câmera, etc. (se o seu produto principal é um vídeo no YouTube), é muito interessante.

Para o Instagram, é importante entender as técnicas da fotografia, seja sua execução ou edição. Além disso, compreender os algoritmos das redes sociais pode ajudá-lo a publicar postagens e usá-los para fins de conteúdo. Para quem realmente quer ganhar dinheiro nas redes sociais, ganhar relevância é um passo muito importante. Esse é um dos principais requisitos para que marcas e patrocinadores em potencial tenham interesse em seu conteúdo.

Mais autenticidade

Você pode enumerar rapidamente quantos influenciadores do mundo? E viajar? E o mundo da comida? Claro, você pensou em alguns em um curto período de tempo, não é? Com a popularidade das redes sociais e smartphones, é relativamente fácil se tornar um influenciador digital.

Em todas essas competições, a autenticidade se tornou uma moeda básica para aqueles que desejam alcançar um sucesso duradouro neste ambiente. Criar um personagem para ser embutido na frente da câmera pode ser cansativo e causar erros. Além disso, os seguidores valorizam seguir pessoas reais identificáveis.

Você é o seu principal produto, e você precisa saber se comercializar, e sempre valoriza a transparência com o seu público. Afinal, lembre-se sempre de que eles podem facilmente parar de seguir seu conteúdo a qualquer momento e encontrar inúmeras outras opções de mídia social.

Sua criatividade a mil.

Por último, mas não menos importante, é a criatividade! Pode ser um grande aliado para se diferenciar da ampla concorrência que mencionamos. Suponha que você escolha um nicho de mercado relativamente saturado.

Todo mundo já está falando sobre um determinado assunto. Falar sobre ele de uma maneira que ninguém pode falar? Aqui, é preciso saber aproveitar ao máximo o potencial das redes sociais. Como usar pesquisas de histórias de maneiras inovadoras? Você já tentou publicar novos conteúdos na IGTV?

Um bom exemplo de pessoas influentes que usam e abusam da boa criatividade. Mesmo quando o Snapchat era o queridinho dos jovens, virou mania ao criar esquetes em formato semelhante ao de programas de TV. Quando a rede perdeu o poder do Instagram Stories, migrou a maior parte de seu conteúdo para lá e só recentemente lançou seu canal no YouTube.

Vantagens e desvantagens de ser um influenciador digital:

Como qualquer outra profissão existem vantagens e desvantagens que devem ser pautadas. A seguir confira algumas vantagens da carreira:

  • Você pode trabalhar remotamente;
  • Liberdade para produzir seus conteúdos;
  • Você pode ganhar vantagens com isso, como cachês, como viagens, produtos gratuitos e ingressos para determinados eventos.

Como já sabemos que nem tudo é flores, confira as desvantagens:

  • Menos tempo para se dedicar as coisas pessoais como amigos e familia, pois a sua presença é cada vez mais exigida;
  • Falta de privacidade;
  • Você pode ser vitima de comentários maldosos;
  • Empresas que não pagam valores ideiais, baixos cachês.

Porque definir a sua persona é tão importante?

  • Nicho de atuação é um ponto importante.

O primeiro passo para se tornar um influenciador digital de sucesso é entender com quem você deseja trabalhar e com quem deve falar. Se essas duas coisas não forem determinadas, será difícil criar um conteúdo verdadeiramente relevante.

Algumas opções de nicho são: literatura, estilo de vida, decoração, finanças, tecnologia, comida e humor. O que você gosta e sabe fazer? Sobre que autoridade você pode falar? Estes são os tópicos que seu canal deve discutir primeiro.

Por sua vez, os personagens são imagens semificcionais de seguidores ideais. Qual é o seu hobby? Problemas que só você e seu conteúdo podem resolver?

São essas respostas que têm guiado sua estratégia na mídia – sem identificar claramente essas informações, fica difícil saber em quais canais você deve aparecer e como lidar com determinados temas. Portanto, pesquisar e entender seu público é essencial para criar conteúdo corretamente e aumentar a visibilidade.

Ser um influenciador de sucesso determina que você siga diretrizes no conteúdo acima dispomos de informações que vai te ajudar a construir sua carreira.

E se você precisa de ajuda profissional para sua carreira de influenciador, CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços!

Como eu faço para ser influenciador digital?

Mesmo sendo uma realidade recente, a figura do influenciador digital antigamente estava ligada a influênciar pessoas. Ele identificava pessoas que poderiam mudar ou motivar o poder de decisão do público e criava estratégias de marketing em torno delas.

Na era da Internet e da mídia social, os influenciadores digitais tornaram-se uma profissão extremamente lucrativa para as empresas porque podem inspirar os consumidores a tomar decisões de compra.

São celebridades, jornalistas, blogueiros, atores, músicos, comediantes, nutricionistas, acadêmicos ou simplesmente pessoas que conquistaram muitos seguidores nas redes sociais. Com apenas um anúncio, eles podem ser mais baratos do que outras ferramentas tradicionais (como rádio e televisão) e atingir milhões de usuários da Internet com mais eficácia.

Se você ainda não sabe quem são os influenciadores digitais, não se preocupe. Muitas pessoas também não têm ideia do que seja, embora nos últimos tempos tenha se tornado um adjetivo comumente usado e, em muitos aspectos, errado.

Com o advento das mídias sociais e seu impacto na opinião das pessoas, muitas pessoas passaram a se autodenominar “influências digitais” como forma de se destacar e alcançar um significado, seja ele social ou profissional, nem sempre relacionado a ele.

Devido à falta de referências técnicas, nos deparamos com o dilema de quem são os influenciadores digitais e quem na verdade é apenas o que chamo de “espumados” nas redes sociais. Quem realmente influencia o mercado e quem apenas faz o show?

Então você quer saber quem são os influenciadores e quem são os provocadores? Existem critérios técnicos e lógicos para determinar quem é quem no mundo online. Eu encorajo você a seguir seu raciocínio.

Confira algumas dicas a seguir de como ser tornar um influenciador digital:

1- Seja uma autoridade no seu nicho, no seu segmento.

Como o nome sugere, um influenciador digital é alguém que pode influenciar o comportamento, criar tendências e atuar como fonte de informação. Para isso, a melhor maneira é focar em um único segmento de mercado.

Não há sentido em distrair a atenção em dezenas de tópicos e não ser bom em nenhum deles. Escolha o segmento de mercado ideal que mais vale sua contribuição e analise seus interesses, recursos, rotinas e habilidades. Portanto, você terá mais tempo e diversão para se concentrar na pesquisa, aprender mais sobre a área e se tornar uma pessoa com autoridade e credibilidade.

2- Seja um personagem de inovação.

Mesmo que pareça mais fácil seguir o caminho que outros já seguiram, fazer o mesmo não lhe dará autoridade sobre o assunto. Pense no que seu público está procurando e como fornecer conteúdo diferenciado.

Isso pode ser feito através da realização de pesquisas online em redes sociais, blogs ou canais do Youtube de pessoas que se tornaram influenciadores em sua área de interesse. Imagine que você queira fazer um blog sobre viagens.

Você pode ensinar as pessoas a viajar com um orçamento limitado, como usar milhas aéreas, como encontrar empregos voluntários e estagiários no exterior, como se tornar um nômade digital, etc., em vez de dar dicas comuns sobre os melhores hotéis ou atrações.

3 –Dicas e conteúdos relevantes deve ser compartilhado.

Quem visita a Internet – um ambiente com muitas informações busca um conteúdo que realmente agregue valor. Mesmo os motores de busca como o Google estão em primeiro lugar na lista com base em sua relevância.

Depois de selecionar os segmentos de público, crie um conteúdo que atraia o público. Tentar atrair seguidores por meio de fotos de baixa qualidade, artigos e vídeos mal escritos sem uma boa edição é inútil. O único resultado do trabalho árduo é a falta de resultados.

Reserve um tempo para entender os conceitos de marketing, editar imagens e usar a linguagem adequada em cada rede social. Se necessário, faça um investimento financeiro para adquirir equipamentos, como câmera ou microfone de qualidade – por exemplo, se precisar gravar um vídeo.

4- Seja uma pessoa que espalha suas ideias.

Mesmo que você se concentre em uma plataforma específica, deve expandir sua influência em outros canais. Por exemplo, se você está no YouTube, pode usar o Facebook para atrair novos seguidores para o seu canal.

Essa também é uma forma de se remodelar, principalmente no mercado onde novas redes sociais são criadas a cada dia. Por exemplo, qualquer pessoa que tiver sucesso no Snapchat hoje provavelmente ficará para trás com o advento do Snapgram, um novo recurso do Instagram. É muito comum. Lembra que o Orkut era um fenômeno alguns anos atrás?

A melhor maneira de influenciar um grande grupo de pessoas é promover suas ideias. Faça amizade com outros influenciadores, crie comunidades e páginas para receber feedback, participe de eventos em sua área, ofereça brindes ou conteúdo e, o mais importante, deixe as pessoas verem.

5- Seja verdadeiro (a) com as palavras.

Uma das principais críticas a figuras influentes é a busca desenfreada do lucro. As pessoas geralmente mencionam uma determinada marca (chamada de “editor”) em suas postagens, mas usam produtos concorrentes todos os dias.

É muito importante estabelecer uma ligação real com os produtos que recomenda, caso contrário não vai ganhar a confiança do público. No mundo digital, é difícil apoiar histórias ou opiniões falsas. Portanto, se você não conhece, não consome ou acredita na marca, é melhor não anunciar. Afinal, qualquer problema danificará diretamente sua imagem.

6 –Seja paciente.

Se você deseja influenciar a moda, não começará com convites para semanas de moda em todo o mundo. Muitas pessoas desistem quando enfrentam a primeira dificuldade porque já estão começando a ter a ilusão de que ser um influenciador digital é fácil.

Mesmo sendo um ambiente democrático, não é fácil entrar no espaço digital. Qualquer pessoa que assiste a um mundo maravilhoso cheio de seguidores, brindes de marca e ingressos VIP não pode imaginar que a maioria das pessoas que alcançaram o pico como influenciadores trabalharam durante anos e chegaram lá com grande esforço e às vezes com dificuldade.

Portanto, não espere que nada aconteça rapidamente. Paciência assim como virtude – será sua principal aliada para chegar aonde deseja!

E se você quer apoio profissional para sua carreira de influenciador, CLIQUE AQUI e conheça nossos serviços.

Como se tornar um influenciador, passo-a-passo.

Quase todas as grandes indústrias viram um aumento nos influenciadores. E as marcas estão aproveitando-as agora mais do que nunca. Ser um influenciador se tornou tão lucrativo que não é de admirar que todos desejem ser um em seus respectivos domínios.

Se você é uma daquelas pessoas que querem se tornar um influenciador, chegou ao lugar certo. Neste post, discutiremos o processo passo a passo de como se tornar um influenciador. Então, continue a ler e comece a se tornar um influenciador.

1. Selecione seu nicho

Antes de começar a se tornar um influenciador, você precisa primeiro selecionar seu nicho. Você precisa escolher um nicho no qual esteja interessado e possa criar conteúdo de forma consistente. Você também deve ter algum nível de especialização em campo para poder se estabelecer como um influenciador.

Como influenciador, você terá que pesquisar e publicar conteúdo na área de interesse escolhida. Portanto, é importante escolher algo pelo qual você se apaixona e que aproveite seu tempo. 

Se você gosta de cozinhar e experimentar novas receitas ou está interessado em artesanato DIY, precisa encontrar sua vocação. Você também pode selecionar uma combinação de 2 a 3 interesses, mas não a torne muito ampla.

2. Otimize seus perfis de mídia social

Depois de escolher seu nicho, o próximo passo é selecionar suas plataformas de mídia social preferidas e criar / otimizar seus perfis. A maioria dos influenciadores é popular em apenas uma ou duas plataformas de mídia social. Portanto, é melhor concentrar seus esforços em apenas 1-2 canais.

Depois de selecionar seus canais, você precisa criar novos perfis ou otimizar os existentes. 

Aqui estão algumas das ações que você pode fazer para otimizar seus perfis:

Mudar para uma conta comercial

Se você pretende se tornar um influenciador, precisa mudar para uma conta comercial, pois isso abre muito mais opções. A maioria das plataformas, como Instagram, Twitter e Facebook, tem a opção de criar uma conta comercial nas configurações do perfil.

Criar uma biografia envolvente

Sua biografia é a primeira coisa que alguém vê quando visita seu perfil e, portanto, é uma parte importante de causar uma ótima primeira impressão. Sua biografia deve ser capaz de contar sua história de maneira envolvente. Ele também deve fornecer todas as informações pertinentes sobre você, como seu nome completo, localização, detalhes de contato e áreas de especialização. 

Adicione uma foto de perfil e uma foto de capa

Você também precisa adicionar uma foto de perfil e uma foto de capa ao seu perfil, pois eles também são componentes importantes da sua identidade de marca pessoal. As pessoas geralmente reconhecem um perfil de mídia social pela foto do perfil, portanto, é necessário selecionar uma foto com cuidado. Além disso, verifique se o seu rosto está claramente visível e se a qualidade da imagem é boa.

3. Entenda seu público

Antes de começar a criar conteúdo e postar nas mídias sociais, você precisa entender seu público-alvo. Os influenciadores dominam o público e têm fortes conexões com eles. Isso se deve ao fato de que eles não atendem a todos, mas apenas àqueles com interesses semelhantes no mesmo nicho.

Para se tornar um influenciador, é importante que você saiba quem você está alvejando e faça bem para criar uma base fiel de seguidores. Para entender seu público, você pode começar analisando sua base atual de seguidores para obter informações sobre os dados demográficos e interesses deles.

A maioria das plataformas de mídia social possui uma ferramenta de análise integrada que fornece essas informações sobre o seu público atual. O Twitter Analytics, por exemplo, fornece informações sobre os interesses, gêneros, locais dos seus seguidores atuais, etc.

4. Crie e publique conteúdo relevante

O próximo passo para se tornar um influenciador é publicar conteúdo útil e relevante para seus seguidores. Quanto mais você conseguir se envolver com seu público, mais pessoas serão influenciadas por suas opiniões e recomendações. 

Esse é o requisito mais importante para ser um influenciador, o fato de seus seguidores realmente ouvirem você.

Você precisa formular uma estratégia de conteúdo e usar uma mistura de tipos de conteúdo, de preferência os que o seu público mais gostar. 

Alguns influenciadores mantêm seus feeds sobre todo o campo de interesse escolhido, como comida, viagens, moda, beleza etc. Esses influenciadores não misturam postagens sobre suas vidas pessoais com postagens de nicho e mantêm seu conteúdo focado apenas em seu nicho. 

O que significa que um influenciador de alimentos pode postar receitas, fotos de visitas a restaurantes, críticas e até promoções de marcas. 

Alguns influenciadores preferem misturar um pouco de conteúdo de suas vidas pessoais, para se conectar melhor com seu público. Adicionar postagens sobre o dia-a-dia ajuda os influenciadores a parecerem mais autênticos e relacionáveis. Isso fortalece suas conexões com o público.

Independentemente da estratégia de conteúdo escolhida, certifique-se de torná-la ampla o suficiente para acomodar futuras colaborações com a marca. Suas postagens patrocinadas devem caber naturalmente junto com o restante do conteúdo que você postar. Você pode adicionar comentários como um recurso regular em seu feed, para abrir oportunidades de revisão paga que você poderá obter mais tarde. 

No geral, mantenha sua estratégia de conteúdo focada no seu nicho, mas não muito restrita a ele. Pense de uma perspectiva de longo prazo e comece a se preparar para ser um influenciador desde o início.

5. Seja regular e consistente

Depois de decidir quais tipos de conteúdo você publicará, será necessário finalizar a frequência e a programação da postagem. Os algoritmos da maioria das plataformas de mídia social dão preferência a contas que são postadas regularmente. Isso é especialmente verdade no Instagram, que requer uma frequência de publicação regular para aumentar a visibilidade. É também a maior plataforma de marketing de influência.

Você pode optar por publicar diariamente, semanalmente ou em qualquer frequência com a qual se sinta confortável. Você também deve considerar a plataforma antes de decidir sobre isso. Algumas plataformas, como o Twitter, são de natureza mais dinâmica e exigem uma frequência de postagem mais alta se você deseja se tornar um influenciador nessa plataforma.

Em outras plataformas de mídia social, como Instagram, YouTube e Facebook, você pode publicar uma ou duas vezes por semana. No entanto, selecione os dias e horários que você publicará e seja consistente.

Este estudo realizado pelo Sprout Social revelou que existem determinados dias e horários da semana em que você pode obter o máximo de envolvimento em suas postagens. Para a maioria das plataformas, as taxas de engajamento mais altas podem ser vistas durante as horas da manhã e da tarde no meio da semana. Quarta-feira é o melhor dia para postar na maioria das plataformas. Você deve verificar os melhores horários para postar na plataforma escolhida e criar sua programação de postagem de acordo.

Aqui estão os melhores horários para postar no Instagram em 2020 , por exemplo.

influenciadores dos tempos de postagem do insograma

Fonte da imagem: Sprout Social


6. Interaja com seu público

Depois de começar a postar conteúdo nas mídias sociais, você geralmente recebe curtidas e comentários em suas postagens. Para um influenciador, é importante se conectar com seus seguidores; portanto, você não pode ignorar esses comentários. 

É uma boa prática responder a comentários e responder a quaisquer perguntas que seus seguidores façam. Você também pode “curtir” os comentários deles para mostrar sua gratidão. 

Outra maneira de se envolver com seu público é fazer uma pergunta e iniciar uma conversa sobre um tópico de interesse mútuo. Interações como essas ajudam a criar conexões pessoais com seu público e solidificar sua posição como influenciador.


7. Informe as marcas que você está aberto a colaborações

O passo final em direção à sua busca para se tornar um influenciador é divulgá-la ao mundo. Você precisa se declarar um influenciador interessado em colaborações de marca.

Você pode fazer isso escrevendo em sua biografia que é um influenciador e está interessado em colaborações. Você também pode fornecer detalhes de contato para clientes em potencial, oferecendo a eles uma maneira fácil de se conectar com você.

Outra maneira de fazer isso é fazendo seu próprio alcance e enviando mensagens a marcas relevantes com um argumento sobre o que você pode oferecer. É melhor criar um modelo de divulgação que você possa usar para alcançar marcas diferentes, pois isso poupará muito tempo. 

Existem várias plataformas de influenciadores nas quais marcas e influenciadores podem se encontrar. Você também pode usá-los para encontrar marcas em seu nicho que procuram colaborações.

Essas são algumas das maneiras mais diretas de procurar colaborações de marca. Uma maneira indireta é marcar marcas e mencioná-las quando você fala sobre os produtos delas em suas postagens. 

É importante criar um nome para si mesmo e interagir com marcas em seu nicho. Isso pode não gerar resultados imediatos, mas o ajudará a formar associações de marcas de longo prazo que podem levar a futuras colaborações.


Conclusão

Essas são dicas de especialistas testadas e testadas que você pode usar para se tornar um influenciador em seu domínio. Siga estas etapas e aguarde um tempo e você definitivamente verá os resultados desejados.

Lembre-se de que é um processo que leva tempo e esforço para produzir resultados. Então, você não pode esperar se tornar um influenciador da noite para o dia. No entanto, se você seguir estas dicas, poderá se tornar um influenciador e começar a ganhar dinheiro online.

Se você quer ser um influenciador e precisa de ajuda profissional, somos uma agência de YouTubers e outros influenciadores. CLIQUE AQUI.

Fonte: Influencer Marketing Hub

Influenciadores Digitais devem levantar alguma bandeira?

Influenciadores digitais são, por definição, pessoas que influenciam um público. Em tempos de fake news, guerra entre lados ideológicos e desinformação, será que é válido que um influenciador digital se pronuncie, tome um lado, levante uma bandeira?

É verdade que alguns influenciadores digitais já levantam “uma bandeira” porque seus canais já tem uma temática sobre algum assunto ideológico ou sobre alguma causa.
Mas, de vez em quando vemos influenciadores digitais que são “gamers” ou de humor e até de culinária falando de causas sociais. Quais os prós e contras disso?

Quando levantar uma bandeira pode ser positivo

Sempre que falamos bem ou mal de uma ideia uma linha de pensamento, uma causa ou modo de vida, estamos “nichando” nosso público. Isso faz com que talvez em pouco tempo, iremos atrair a atenção de pessoas que talvez não conheçam nosso trabalho, mas por se interessarem naquele tema que agora estamos defendendo, irão começar a nos acompanhar também.

Além disso, se esse público for grande, isso pode nos transformar em “especialistas” no tema que agora divulgamos. Isso pode inclusive, atrair a atenção de anunciantes que simpatizam com a ideia que estamos defendendo e podem vir projetos novos.

Mas lógico que existe um lado oposto nessa “moeda”.

O lado ruim de se levantar uma bandeira

O lado ruim é que sempre que você se pronunciar a favor ou contra uma ideia ou uma causa, ao mesmo tempo em que você vai atrair um público novo para sua audiência, você também vai espantar quem já é seu seguidor, mas não concorda com seu posicionamento. E dependendo do tema, você pode perder vários seguidores nesse processo.
Se posicionar a favor ou contra uma causa só é interessante, do ponto de vista estratégico se você perceber que existe um público muito grande que pode concordar com seu posicionamento. Então, no fim das contas, você vai perder seguidores, mas pode ganhar muitos mais.
Porém obviamente que o risco do inveso acontecer é grande: seu canal ou perfil social pode fica vazio em pouco tempo.

Além disso, ao mesmo tempo que alguns anunciantes podem passar a se interessar por seu posicionamento, pode ser que os anunciantes que você tem agora não queiram mais anunciar com você. Pense nisso também.

Mas além do lado estratégico existe outro lado.

Influenciador digital influencia onde?

Essa é uma boa pergunta. Pode ser que você tenha milhares ou até milhões de pessoas que acompanham seus passos pela internet. Elas já confiam no que você diz e são ansiosas para sempre terem notícias suas. Até onde você pode ou você quer ser uma influencia na vida delas?

Você acha que suas ideias podem mudar o pensamento das pessoas? Acha que se você defender uma causa, seu papel como influenciador será mais completo?
Ou você prefere influenciar apenas dentro do tema do seu canal?

Na verdade, não existem respostas certas ou erradas à essas perguntas. Cabe a você decidir o que vai fazer com seu poder de influência. Mas uma coisa que você deve saber é que apesar de você não ser o He-man, você tem a força! Resta saber onde você quer aplicar essa força.
E saber que ela vai te gerar consequências, boas ou ruins.

Se você quer que a gente cuide de sua carreira como influenciador, entre em contato! Clique aqui!

Onde encontro constância como influenciador digital?

Aí é que está. Você não pode encontrar constância, afinal ela não é algo que se encontra. Constância é algo que se constrói. Como qualquer outro tipo de construção, com um alicerce (planejamento), colunas e tijolos (vídeos/posts).

Mas o que significa a palavra “constância”?

Constância
substantivo feminino
1.
qualidade daquele que não falta a uma tarefa, dever, tratamento, aula etc.; assiduidade, frequência

2.
persistência, insistência, obstinação.

Os maiores influencers de hoje, tem uma frequência de vídeos e postagens a cumprir. E isso deve fazer parte do planejamento deles, caso queriam continuar no topo. Além conquistar cada vez mais fãs.

“Ah, mas eu não tenho como produzir um vídeo por dia”

Você pode criar sua própria a rotina, e começar aos poucos. Pode ser um vídeo a cada dois dias, um post por semana e uma live por mês. Isso depende da sua disponibilidade e força de vontade.

Mas uma informação tem que ficar clara em sua cabeça, a única forma de crescer no YouTube, Instagram ou em qualquer outra rede social é criando conteúdo. Com a maior qualidade possível.

Não falo apenas sobre qualidade técnica, com equipamentos sofisticados e caros. Mas um conteúdo forte e que alegre ou agregue valor aos seus seguidores. Uma simples câmera de celular, com um microfone de lapela (baratinho), ou o próprio fone de ouvido – que já vem com o celular – podem ser suficientes para começar sua jornada.

“Mas postando tão pouco, eu nunca monetizarei meu canal”

Como falamos, postar com mais frequência pode acelerar e muito seu crescimento nas plataformas digitais, mas postando aos poucos, no início, também podem ser obtidos bons resultados. Vamos fazer algumas contas.

Imagine que você que você tem um canal no YouTube, e não consegue postar vídeos todos os dias, por conta do seu atual trabalho (ou escola, caso ainda estude). Mas consegue postar um vídeo por semana, e fazer uma live por mês sem problemas.

Um ano completo tem 52 semanas, isso significa 52 vídeos, e 12 lives no seu primeiro ano. Suponhamos que seus vídeos tenham duração de 10 a 12 minutos, e que consiga também uma média de 200 visualizações por vídeo. Com uma retenção média 4 minutos.

Ao final desse ano, mesmo tendo conseguido cumprir seu planejamento, otimizando seu canal do YouTube, e levando-o a sério. Infelizmente não conseguiu chegar aos primeiros 1000 inscritos. Mas conseguiu 800 inscritos ( um número que para os outros pode parecer pequeno, mas você orgulhou-se dele. Pois veio com bastante esforço. Continuando…).

O importante é ser feliz! 🙂

Porém, conseguiu atingir um dos requisitos para ativar a monetização do canal. Em ter pelo menos 4 mil horas de conteúdo assistido. Se você for de matemática, vai ver que pelos números de visualização e retenção que mostramos, ele não pode ter conseguido isso. Mas lembra-se das lives que comentamos? Pois então. Elas fizeram uma grande diferença!

A ideia agora é continuar continuar produzindo conteúdo, talvez com mais frequência (dois ou três vídeos por semana), e aumentando sempre o nível dos conteúdos produzidos. Até que um dia (caso seja seu sonho), consiga largar seu emprego normal e viver do YouTube! Mas o caminho ainda é longo.

Viu como a constância é importante? Lembre-se sempre dela quando for planejar um projeto seu.

Youtuber: quanto vale seu canal?

Iguatu – CE. “Não permita que pessoas ponham preço no seu serviço”. Você já ouviu isso antes? Ninguém gosta de ouvir que seu preço é caro, e pensar que você talvez não esteja cobrando corretamente, quando por exemplo, seu canal irá fazer uma divulgação de algum produto, é algo que preocupa a muitos.

Quanto vale um canal do YouTube?

Já é quase um clichê dizer que “valor é diferente de preço” de tão repetido que é essa declaração. Mas infelizmente nós precisamos ouvir e ler isso muitas vezes, porque geralmente confundimos uma coisa com a outra. Então vamos lá:

Valor é o benefício percebido pelo usuário de certo produto ou serviço. Ele é a soma de tudo o que um cliente recebe (e percebe que recebeu) depois de adquirir algo

Preço é o que ele tem que pagar, financeiramente ou não pelo serviço adquirido. A ideia de preço está associada à ideia de “dor”, pois a pessoa vê preço como algo que se perdeu.

Como você vê, “valor” está associado a algo positivo enquanto “preço” a algo negativo. O grande segredo para se agradar a um cliente então, é fazer com que ele sinta que o valor do seu produto ou serviço é alto, mais alto que o preço. Ele precisa sentir que o preço que ele paga é menor que os benefícios que ele recebe por pagar. Se você conseguir equilibrar essa equação assim, para qualquer coisa que você venda, então pode esperar muitos clientes felizes.

Então quando falamos em “quanto vale meu canal”, nos referimos aqui não ao preço que você cobra para fazer uma campanha, mas sim ao valor ou ao benefício que sente o anunciante que te contratou. Assim como tudo, um canal no YouTube vale todo o benefício que ele pode gerar para um cliente (seja ele um anunciante ou até mesmo um inscrito no seu canal).

Como medir o valor do seu canal

Ah isso não é muito fácil. Em primeiro lugar, você precisa deixar de lado o sentimento que você tem para com seu canal. Obviamente, seu canal vale muito para você, afinal se supõe que você gosta de fazer seus vídeos. Mas, para avaliar seu canal, pense como um anunciante, um inscrito, alguém que de certa forma, “consome” o que você produz.

Pensando como um inscrito: os vídeos do canal são realmente bons? Estão bem preparados? O conteúdo novo vem pelo menos toda semana? O apresentador do canal se importa com seu público, respondendo a comentários e perguntas?

Pensando como um anunciante: esse canal vai me ajudar a vender meu produto? Ele tem boa reputação? Meu produto vai aparecer para pessoas suficientes para eu ter vendas pela divulgação? O preço que estão me cobrando é justo, ou seja, em relação ao que vou pagar, vou ter um lucro que considero bom?

Se você como YouTuber conseguir pensar do ponto de vista tanto de inscritos como de anunciantes, você não terá tanta dificultade para saber qual é o valor do seu canal.

Ok, mas quanto devo cobrar?

Nesse caso você precisa saber as contas que um anunciante faz, para saber o que mais ou menos ele pensa antes de te contratar. Vamos lá:

Retorno sobre o investimento: essa métrica é a chave, praticamente, para que um anunciante decida em qual canal ele vai anunciar. Vamos fazer uma conta rápida.

Você fez um video anunciando um produto que custa R$100,00. Nesse vídeo do seu canal você teve 10.000 visualizações e você mostrou um produto que tem tudo a ver com as pessoas que assistem seus vídeos. Dos 10.000 que viram o video, quantos vão clicar no link que você indicou, para ver o produto? Isso varia bastante, mas pensemos em um número realista, como 1%, ou seja 100 pessoas.

Dessas 100 pessoas, quantas irão realmente comprar o produto? Essa é a parte mais crucial. Se você conseguir que 10% delas (pode variar entre 1% a 10%) comprem, ou seja 10 pessoas, então seu anunciante terá R$1.000,00 em vendas, o que não é o lucro e sim o faturamento bruto, mas aqui para não aprofundar muito no assunto, pensemos nos mil reais de venda. Quanto esse anunciante pagou para você?

Vamos supor que ele pagou R$500,00. Vamos usar uma fórmula que ajuda aos empresários a medir a eficiência de um investimento, principalmente de publicidade, a fórmula ROI.


Aplicando na fórmula ROI = (Retorno do Investimento – Custo do Investimento) / Custo do Investimento, temos: (1.000-500)/500=1, ROI=1. Isso significa que, na prática, para cada real investido, o anunciante ganhou outro. Embora você possa pensar que esse número é bom, na verdade não é muito, pois existem custos que o anunciante tem como impostos e fretes, dependendo do produto, o que poderia desanimar um anunciante de fazer uma campanha com seu canal, se o resultado fosse esse.

Geralmente as empresas procuram conseguir uma taxa de ROI entre 3 a 5. E no exemplo que foi dado para que isso fosse atingido, o seu preço teria que ter sido entre R$170,00 a R$300,00. Em outras palavras, levando em conta as vendas que seu video gerou, para que seu anunciante ficasse feliz, e inclusive quisesse investir em seu canal novamente, o preço ideal que ele se sentiria confortável em pagar é de R$170,00 a R$300,00

E essa conta vale para qualquer “tamanho” de canal. Ou seja, mesmo que seu canal tenha o sonhado número de 1 milhão de inscritos, se a média de visualizações for cerca de 10 mil e imaginando um cenário (bem realista) como fizemos, o preço adequado para se cobrar seria o que comentamos acima.

Vamos fazer outras simulações, usando o mesmo preço de produto já mencionado e o mesmo volume de vendas (1% dos inscritos vendo o produto no site do anunciante e 10% deles comprando o produto).

Canal tem video com média de 100.000 visualizações que cobra R$1.000,00 por um video patrocinado, 10% dos inscritos (10.000) vão até o site do anunciante e 1% compra (100 vendas), o produto custando R$100,00: fórmula ROI = (Retorno do Investimento – Custo do Investimento) / Custo do Investimento ou (10.000-1000)/1000= ROI 9 Nesse caso o que temos é um retorno sobre investimento alto, pois a cada real investido, o anunciante ganha 9.

Um canal que consiga esses números, independente de quantos inscritos tenha, pode cobrar tranquilamente entre R$1.000,00 e R$1.500,00 por um vídeo patrocinado.

Lógico, para que isso aconteça, os números precisam ser exatamente os que comentamos. Dependendo do produto anunciando, a margem de pessoas que vão ir ver o anúncio pode ser muito menor ou muito maior. O grande “jogo de xadrez” é saber anunciar o produto certo no canal certo.

Isso também pode indicar que um canal, para ser de interesse para um anunciante, deveria pensar em contar com uma média de pelo menos 10 mil visualizações em cada vídeo. Claro, se seu canal for “muito persuasivo” e com menos visualizações você conseguir vendas, excelente. Mas não é muito fácil mostrar isso para um anunciante, que em geral não vai conversar com você antes de primeiro analisar minimamente seu canal quanto a visualizações e interação do público.

Porque alguns YouTubers cobram tanto?

Deveria ser pelo ROI que eles entregam. Dizemos “deveriam” porque desde de que o YouTube se popularizou e transformou os criadores de conteúdo em verdadeiras estrelas, o fator “estrela” muitas vezes prevalece ao fator “retorno sobre investimento”

Alguns YouTubers chegam a cobrar entre R$15.000,00 a R$60.000,00 por um video. E um detalhe: o fator que para eles é determinante é o número de inscritos, e não a quantidade de visualizações que seu canal tem atualmente.

Para que você possa fazer uma análise, existe uma quantidade enorme de canais com 1 milhão de inscritos. Mas infelizmente para eles, muitos já não têm o público de antes. Não vamos citar nomes, mas existem vários que com 1 milhão de inscritos, tem a média de 10 mil visualizações (1% do total de inscritos). Mesmo assim, pode ser que o dono do canal queira continuar cobrando igual ao tempo em que ele conseguia centenas de milhares de visualizações.

Ao mesmo tempo, existem canais com 100.000 inscritos que conseguem os mesmos 10% de visualizações ou seja, 10.000. Um aproveitamento muito melhor, não acha?

Isso mostra que o valor monentário de um canal, do ponto de vista de um anunciante deve ser medido pelos resultados potenciais que ele pode trazer por se anunciar nele.

Isso mostra um conceito equivocado que muitos YouTubers têm sobre seus canais: de que eles podem “valer” mais do que realmente valem. Por outro lado, outros YouTubers podem estar cobrando um valor abaixo do que deveriam.

Esperamos que as informações que passamos sejam úteis para te orientar sobre quanto você deve cobrar para anunciar em seu canal, e você que é anunciante a ver o que realmente deve ser analisado em um canal.

Se você quer ajuda com seu canal ou se você é anunciante, entre em contato com a gente, podemos te ajudar. CLIQUE AQUI.

4 fatores que fazem um canal ter sucesso no YouTube

Ter sucesso no YouTube, ganhar dinheiro com YouTube, ter muitos inscritos no YouTube… Se você tem canal no YouTube, quantas vezes você já pesquisou uma dessas frases no Google? Será que tem algum segredo para ser famoso no YouTube?

É difícil responder a essas perguntas de uma maneira direta. Mas uma coisa é certa: um canal de sucesso no YouTube com certeza contou com um conjunto de fatores que resultaram nesse sucesso. Podemos listar alguns:

  • Pioneirismo: muitos canais que começaram muitos anos atrás e se mantiveram ativos em geral hoje são canais de maior audiência. O ponto é se manter ativo, postando vídeos pelo menos uma vez por semana, ao longo do tempo. Esse fator, pioneirismo, obviamente por si só, traz benefícios a longo prazo.
  • Inovação: se você conseguir criar algo novo no seu canal, novo e de interesse de muita gente, então você tem chances de ter o tão desejado sucesso no YouTube. Hoje em dia, a maioria dos canais no YouTube oferecem conteúdos muito parecidos. E não estamos falando apenas por exemplo, de que há muitos canais que falam de games por exemplo. O problema é que muitos canais tem praticamente o mesmo estilo e até mesmo o mesmo conteúdo!
    Ainda falando sobre games, pense em um canal de games de sucesso. Onde foi que ele acertou? Como são apresentados os vídeos? O que tem de diferente no canal em relação a outros? Sempre existe uma resposta e saber ela pode te ajudar a ter sucesso no YouTube também.
  • Canal constantemente otimizado para o YouTube (SEO no YouTube): existem técnicas simples que se forem aplicadas a seu canal, você pode “ajudar” o YouTube a mostrar seu canal mais vezes para mais pessoas. Esse é um processo lento, mas que se for feito constantemente, os resultados são enormes. Muita gente por exemplo, ao postar seus vídeos, não usa corretamente o campo “descrição”, onde poderia estar um texto que iria ajudar o vídeo a ser divulgado.
  • Promoção adequada do canal: esse é um dos pontos mais polêmicos. Dizemos isso porque geralmente quando se pensa em promover o canal, o que vem à mente é postar em grupos no WhatsApp e no Facebook. E esse tipo de promoção, realmente dá um certo resultado sim! Mas é bem limitado. Aconselhamos você a fazer esse tipo de promoção, mas de maneira despretensiosa.
    Nos grupos de divulgação, todo mundo está fazendo o mesmo, ou seja, divulgando seus vídeos. Quantas pessoas que vão a esses grupos assistem aos vídeos divulgados lá? Menos do que você imagina!
    Uma maneira que sempre dá muito resultado são as campanhas pagas. Naturalmente que não são todos os que tem condições de investir nisso. Mas se você puder fazer isso, pelo menos de vez em quando, vai ver como faz toda a diferença, principalmente se você precisa de um resultado a curto ou médio prazo.

Da lista acima, o único fator que é opcional para que você tenha sucesso no YouTube é o ponto 01: pioneirismo. Ou seja, você pode começar um canal hoje, e se seguir estritamente os outros 3 pontos, as chances de que você tenha sucesso são muito maiores.

Depois de ler esse artigo, dá uma analisada “à frio” no seu canal. Você segue MESMO os passos acima? Cuida do texto da descrição, usando o máximo de espaço pra por informação que faz referência ao seu vídeo? Se alguém perguntar o que seu canal tem de diferente dos outros, você sabe responder? E como você faz a promoção do seu canal?

Também lembre-se que os resultados de crescimento podem levar um certo tempo para aparecerem. Há canais no YouTube que levaram anos para serem reconhecidos e ganharem grande audiência. Muitos canais começam e se mantém por 1 ano ou vários anos com poucos inscritos e pouca audiência. E, depois viralizam e crescem rapidamente. Não desista!

A Warp Media oferece atualmente dois tipos de serviços para influenciadores digitais: o credenciamento e a assessoria individualVale muito a pena você conhecer esses serviços e escolher um pra chamar de seu!