camera gravando

Como funciona a monetização do YouTube e como ganhar dinheiro no YouTube?

Monetização no YouTube: você sabe como funciona? No artigo de hoje, vamos te mostrar como ganhar dinheiro no Youtube e muito mais. Dá uma olhada

O que é monetização do YouTube?

São 2 bilhõesde usuários no YouTube, assistindo 1 bilhão de horas de vídeos todos os dias, (YouTube, 2019).

Muitos criadores do YouTube estão tentando ganhar dinheiro com seus canais no YouTube. E com 90% dos usuários descobrindo novas marcas de produtos no YouTube, ganhar dinheiro com sua conta é quase fácil. Quase, que fique claro!

Muitas empresas estão aproveitando o grande público, o que mostra o alto número de receitas globais de publicidade. De acordo com a Statista: As receitas publicitárias do YouTube somaram US$ 19,77 bilhões em 2020, um aumento de US$ 15,5 bilhões em 2019.

Receitas publicitárias mundiais do YouTube de 2017 a 2020 (em milhões de USD)Worldwide advertising revenues

“Monetizar” significa receber lucro com seus vídeos do YouTube. O YouTube tem seu próprio programa de monetização para criadores, que é chamado de programa YouTube Partner.

Para monetizar sua conta no YouTube, você precisa ser um parceiro verificado do YouTube.

Como se tornar um Parceiro do YouTube?

Existem várias etapas que você deve cumprir para se tornar um parceiro:

1. Antes de começar:

  • Você precisa de mais de 1.000 assinantes
  • 4.000 horas de vigilância pública válidas nos últimos 12 meses
  • O Programa de Parceiros do YouTube deve estar disponível em seu país
  • Tenha uma conta no AdSense vinculada.

2. Conheça as diretrizes do Google

Você precisa cumprir as políticas de monetização do YouTube:

  • O YouTube revisará seu canal para conferir o tema, a maioria dos vídeos vistos, vídeos mais novos, tempo de assistir, metadados de vídeo.
  • Habilite a verificação de 2 etapas para sua conta
  • Siga as diretrizes da comunidade do YouTube: as regras do YouTube para conteúdo são muito abrangentes e a plataforma verifica constantemente os canais para o cumprimento das regras. Sugiro fortemente que você aprenda e verifique se seu conteúdo marca todos os requisitos antes de solicitar uma conta YPP. Isso inclui o uso de material protegido por direitos autorais.
  • Siga as políticas do programa do AdSense

3. Verifique sua conta no YouTube com esses 3 passos simples

Se você quiser enviar vídeos mais longos, ir ao ar ou se candidatar ao YPP, você precisa verificar sua conta. Só dá 3 passos:

  1. Acesse o seu Canal do YouTube e clique em Gerenciar vídeos

2. No menu do lado esquerdo, selecione Configurações /Canal/ Elegibilidade de recursos

3. Selecione Verificar número de telefone. Em seguida, selecione: Envie-me o código de verificação.

  • Você terá um código para verificar seu número de telefone.
  • Clique no código e é isso.

4. Assine os termos do Youtube

Se você atender aos requisitos,você pode se inscrever no programa. Siga estas etapas:

  • Faça login em sua conta no YouTube
  • Clique em seu perfil / YouTube Studio
  • No menu esquerdo, selecione Monetização
  • Se você atender aos requisitos => clique em Iniciar no cartão ‘Programa de Parceiro de revisão’.  
  • Se você ainda não atender aos requisitos => clique em Notificar-me quando eu for elegível.

Conecte sua conta adsense

Você precisará conectar uma conta do AdSense para ser pago. Se você tiver um, use o que já está aprovado. Se não, crie uma.

O que acontece se eu for rejeitado no programa?

Você pode reaplicar 30 dias após a rejeição.

Como funciona a monetização do YouTube?

O YouTube oferece diferentes opções de monetização para usuários que fazem parte do Programa de Parceiros do YouTube.

  • AdRevenue

O programa de monetização do YouTube é muito simples.

Empresas anunciantes da Rede Google Adsense criam anúncios que são colocados a qualquer momento no vídeo. Cada vez que um espectador assiste o anúncio, você é pago. É isso.

Os anúncios podem ser colocados no início do vídeo (anúncios pré-roll). Quando o vídeo que você carregou for superior a 10 minutos, você também pode ativar anúncios durante o vídeo (anúncios de rolo médio).

Você recebe receita de anúncios de anúncios colocados em seu canal(exibição, sobreposição e anúncios de vídeo)

Diferentes tipos de anúncios – de acordo com a YouTube Creators Academy

Quem pode se candidatar?

Parceiros do YouTube que atendem às diretrizes de conteúdo amigáveis para os anunciantes. As diretrizes consideram que determinado conteúdo nos canais não é adequado para publicidade. Algumas das categorias que não são apropriadas para anúncios são relacionadas com drogas, armas de fogo, adultos, conteúdo odioso, questões controversas, linguagem inadequada, entre outras. O Google avalia cada caso e leva em conta o contexto.

  • Adesões ao canal

Você pode oferecer adesão aos seus assinantes em troca de conteúdo exclusivo, crachás ou vantagens personalizadas.

Quem pode se candidatar?

Para solicitar a opção de monetização de membros, você precisa ter mais de 30.000 assinantes.

  • Estante de produtos

Você pode vender mercadorias oficiais de marca apresentadas em suas páginas de relógio. Esse tipo de opção de monetização é bom para YouTubers com ótima marca. Gamers, ativistas e influenciadores usam essa opção de monetização.Merchandise 1

Você pode vender vestuário, equipamentos, mochilas e outros equipamentos. A chave? Ser um YouTuber estabelecido com uma marca forte pode monetizar o canal e aumentar o engajamento com uma prateleira merch.Merchandise 2

fonte

Quem pode se candidatar?

Você precisa de mais de 10.000 assinantes para aplicar a esta opção de monetização.

    • Super Chat – Super Adesivos

    Seus fãs do canal podem ter suas mensagens destacadas no seu fluxo de bate-papo do canal, para que suas mensagens possam chamar a atenção. Isso é útil para youTubers que fazem LiveStreams com chat ao vivo ativado. YouTubers arrecadando dinheiro para uma causa, ou uma campanha específica, também podem se beneficiar disso. Você pode aprender mais sobre como gerenciar super chats neste vídeo do YouTube.

    Quem pode se candidatar?

    YPP de um país/região onde o SuperChat está disponível. O Brasil é um deles.

    • Receita Premium do YouTube

    O YouTube permite que alguns criadores obtenham parte de uma taxa de assinatura de um assinante do YouTube Premium quando assistem conteúdo. Isso dá uma recompensa aos criadores de conteúdo que produzem um grande conteúdo. Quando este conteúdo atrai usuários premium, você pode ser pago pelo YouTube.

    Quem pode se candidatar?

    O YPP cria conteúdo excepcional que atrai usuários premium.

    Como você pode ganhar dinheiro com o YouTube em 2021 – As 8 melhores maneiras

    Agora que revisamos os 5 tipos de monetização que o programa de parceiros do YouTube oferece, podemos explorar outras formas de ganhar dinheiro com o YouTube em 2021. Vamos começar.

1. Encontre Patrocinadores

Quem pode se beneficiar disso? Criadores de vídeo

Quão difícil é? intermediário

Trabalhar com acordos de patrocínio pode aumentar seus ganhos no YouTube. A maioria das marcas pode pagar muito bem por conteúdo de vídeo de qualidade que pode ajudá-las a alcançar seus objetivos de negócios. Conseguir um patrocínio requer uma grande base de assinantes e influência. Também é importante saber que alguns nichos podem ter mais colocações de produtos do que outros. Produtos de consumo como beleza e maquiagem são duas das maiores categorias.

O que você vai criar é, no entanto, conteúdo patrocinado, então você precisa divulgar isso em seu canal no YouTube. Revise as políticas de anúncios do Google antes para que você não arrisque problemas com sua conta.

Ao trabalhar com patrocinadores:

  • Peça 50% antecipadamente para se proteger
  • Foco em conteúdo de vídeo de qualidade que ajuda o usuário
  • Crie avaliações não pagas primeiro para atrair patrocinadores.

2. Programa de Afiliados e Produtos de Revisão

Quem pode se beneficiar disso? Criadores de vídeo

Quão difícil é? fácil

Conseguir um patrocínio pode ser um pouco difícil. Felizmente, você ainda pode trabalhar com empresas e ganhar comissões revendo seus produtos para o seu público. Os requisitos de entrada são muitas vezes baixos, e você pode promover a empresa compartilhando seu link de afiliado em sua descrição de vídeo. Ao trabalhar com marketing de afiliados tenha em mente:

  • Você precisa ser transparente e divulgar seus relacionamentos de afiliados.
  • Escolha programas que ofereçam comissão recorrente

3. Crowdfund com Patreon

Quem pode se beneficiar disso? Criadores de vídeo

Quão difícil é? intermediário

Se você tem uma boa base de fãs leais, você pode pedir-lhes para crowdfund seu canal e ajudar a financiar seus novos vídeos. Você pode usar uma plataforma como a Patreon para permitir que seus clientes se inscrevam mensalmente. Aqui está um vídeo de YouTube Video Creators que explica como aproveitar ao máximo seu crowdfund com Patreon:

VER O  VÍDEO

Ao financiar seu canal com Patreon, lembre-se:

  • Mantenha seu conteúdo interessante
  • Limpe as opções de financiamento
  • Dê vantagens e surpreenda sua base de fãs de vez em quando.

4. Torne-se um influenciador com a Amazon

Quem pode se beneficiar disso? Influenciadores com pelo menos 200 seguidores.

Quão difícil é? Para YouTubers experientes

Muitos YouTubers estão usando o programa de influenciadores da Amazon para maximizar sua presença no YouTube e ganhar dinheiro através de recomendações da Amazon. De acordo com a Amazon, ele é projetado para influenciadores de mídia social com grandes seguidores e uma alta frequência de posts com conteúdo shoppable. A Amazon analisa o conteúdo do YouTube que você posta e sua relevância para os clientes da Amazon.

Ao aderir ao programa, você pode revisar e recomendar produtos da Amazon através de um link de afiliado. Quando um espectador clica no link e compra na Amazon, você recebe uma comissão, normalmente de 8 a 10%.

5. Ganhar dinheiro como Gamer

Make money as a VideogamerQuem pode se beneficiar disso? Jogadores sérios com grandes habilidades gamers.

Quão difícil é? intermediário

YouTube pode ser uma ótima opção para ganhar dinheiro se você é um jogador sério. Alguns dos principais jogadores do YouTube, como PewDiePie, ganham milhões de dólares jogando. Com a indústria global de jogos esperada para atingir US $ 180 bilhões em receita em 2021, é uma grande oportunidade para os jogadores ganhar dinheiro conectando empresas de jogos e seu público.

Para ser eficaz, provavelmente você deve usar uma combinação de métodos. Anúncios, patrocinadores e merchandising.

6. Ganhe com o YouTube Premium

Quem pode se beneficiar disso? Criadores de vídeo com mais de 10 mil inscritos.

Quão difícil é? intermediário

Este novo serviço de assinatura inclui conteúdo sem anúncios e conteúdo original do YouTube por R$20,90 por mês. Os usuários podem salvar vídeos offline e jogos em segundo plano. Como isso funciona para os criadores? Você precisa concordar como um parceiro do YouTube para incluir seu conteúdo em sua assinatura. Os criadores recebem uma porcentagem da receita com base em vários fatores, como o tempo de relógio.

Vale a pena? Como o YouTuber TotalBiscuit disse:

” desde que o Red (YouTube Premium) começou, uma visualização nele vale em média 20x a de uma visão de anúncio normal. Este cálculo baseia-se em pegar a receita total que o canal gerou via YouTube Premium e dividi-lo pelo número total de visualizações no Premium desde que foi lançado pela primeira vez, multiplicando esse número por 1000 para encontrar o CPM efetivo do Premium”.

7. Oferecer serviços de edição de vídeo

Quem pode se beneficiar disso? Criadores de vídeo com habilidades de edição de vídeo

Quão difícil é? fácil

Os criadores do YouTube contam com vídeos finamente editados para atrair e engajar seu público. No entanto, nem todos eles têm as habilidades necessárias. Se você tem um talento para edição de vídeo, considere oferecer serviços de edição de vídeo para outros YouTubers. Você pode oferecer seus serviços em seu canal ou quadros de emprego.

8. Vender cursos online (e outros produtos informativos…)

Outra forma de ganhar dinheiro no YouTube é vender cursos online e outros produtos informativos digitais. Se você tem conhecimento que agrega valor aos seus seguidores, você pode juntar todas essas informações em um curso ou treinamento.

A gama de temas é variada, fitness, marketing, até mesmo cursos profissionais.

Você pode realmente ganhar dinheiro com o YouTube?

Para responder a isso, vamos verificar algumas estatísticas:

  • 95% da população brasileira usar o YouTube
  • 96% dos jovens de 18 a 35 anos acessam o YouTube
  • 63% dos consumidores de afinidades no YouTube dizem que não conseguiriam viver sem a plataforma
  • 87% concordam que é uma plataforma que permite o consumo de qualquer tipo de conteúdo, quando e onde quiser
  • Quem assiste a afinidades é 1,3 vez mais propenso a comprar alguma novidade
  • Quase metade dos usuários de YouTube tem filhos: 46%
  • 50% dos usuários de afinidades curtem/avaliam um vídeo assim que assistem
  • 96% dos consumidores de afinidades no YouTube acessam a internet todos os dias, principalmente por meio do smartphone (82%) e do computador (66%)
  • 4 em cada 10 consumidores de YouTube se conectam à plataforma entre 17h e 00h

Quanto dinheiro você pode ganhar com o Youtube?

A verdade é que depende. De acordo com a Mint,o YouTuber médio ganha entre US$ 0,01 e US$ 0,03 por visualização de anúncios. Isso pode chegar a cerca de US$ 5 por 1.000 visualizações de vídeo para os principais YouTubers. Um vídeo do YouTube com um milhão de visualizações pode ganhar cerca de US$ 5.000.

Isso depende de vários fatores:

  • Quantas visualizações seu vídeo recebe
  • Quantos cliques seus anúncios recebem
  • O comprimento do vídeo

Perguntas frequentes sobre monetização do Youtube

1. Quanto dinheiro você pode ganhar no YouTube com anúncios?

Depende do modelo de anúncios escolhido pelo anunciante. Por exemplo, se usar o Custo por Mil (CPM), um CPM de US$ 3 significa que o anunciante paga US$ 3 para cada 1.000 impressões do anúncio. Se usar o Custo por Clique (CPC), significa que o anunciante pagará por clique que seu anúncio receber.

No YouTube, a maneira padrão para os anunciantes definirem o valor a pagar por anúncios em vídeo é o Custo por Exibição (CPV). O que é uma visualização? É quando alguém assiste 30 segundos do anúncio de vídeo (ou todo o anúncio, se menor). Então, vai depender do número de visualizações que seus anúncios recebem para saber quanto dinheiro você vai ganhar.

2. Quão difícil é ganhar dinheiro no YouTube?

Na verdade, não é tão simples ganhar dinheiro no YouTube. Os requisitos de entrada para o programa de parceiros do YouTube são altos (1.000 inscritos e 4.000 horas de visualizações nos últimos 12 meses). Antes que você possa começar a monetizar.

3. Como calcular quanto valem 1000 visualizações?

A partir de 100 espectadores, apenas 15 em média assistirão toda a duração de um anúncio de vídeo, ou 30 segundos. Isso significa que, por 1.000 visualizações, apenas 150 pessoas assistirão ao anúncio.

4. Quantos assinantes preciso para ganhar dinheiro?

O requisito mínimo para monetizar no programa de parceiros do YouTube é de 1.000. No entanto, isso não fará uma renda razoável para a maioria dos YouTubers. Especialistas recomendam ter pelo menos 20.000 assinantes para ter ganhos decentes.

Pode ser uma boa!

Se você tem desejo de trabalhar profissionalmente como YouTuber, siga essas dicas, com certeza vão te ajudar bastante. Além disso, a Warp Media oferece assessoria completa para quem quer ter um suporte profissional. CLIQUE AQUI e saiba mais.

6 dicas para anunciar no YouTube e gerar lucro.

Você sabia que as pessoas assistem 5 bilhões de vídeos no YouTube todos os dias? De fato, 300 centenas de horas de vídeo são enviadas para o YouTube a cada minuto! (Mais estatísticas legais do YouTube aqui).

Isso pode nem surpreender você, já que o YouTube é o serviço líder que tornou possível colocar vídeos online facilmente em 2005. Avance para 2017 e se sua estratégia de marketing não tiver um componente de vídeo vinculado a ela, sua visibilidade e potencial de crescimento de negócios sofrerá. O vídeo deve se tornar uma peça crítica do quebra-cabeça de marketing por causa da quantidade de conteúdo de vídeo que seu público está consumindo.

Mas, com muitas outras empresas sabendo disso, está se tornando cada vez mais difícil se destacar entre os concorrentes. É por isso que os gastos com publicidade precisam ser alocados a serviços como o YouTube, a fim de obter visibilidade do seu público-alvo .

Embora seja semelhante aos gastos com pesquisa paga, o mundo da publicidade no YouTube pode parecer um pouco esmagador e complicado de navegar no início. Abaixo estão seis dicas para ajudá-lo a gastar seu orçamento de publicidade do YouTube de uma maneira inteligente para realmente chamar a atenção das pessoas que mais importam, seus futuros clientes.

1. Escolha seu formato de anúncio do YouTube com sabedoria

O primeiro fato complicado sobre a publicidade no YouTube é que existem muitos formatos de anúncio diferentes disponíveis. De anúncios abundantes a cartões patrocinados, anúncios gráficos a anúncios em vídeo ignoráveis ​​ou não ignoráveis ​​(observe que anúncios não ignoráveis ​​serão eliminados em 2018 ).

Por onde você deve começar? Bem, você deve começar lendo sobre cada formato individual na página de ajuda do YouTube aqui e depois considerando qual é seu principal objetivo.

Formulário de anúncio do YouTube
fonte: https://www.wordstream.com/

Por exemplo, se você deseja aumentar o reconhecimento da marca com um anúncio em vídeo atraente, faria mais sentido exibir um anúncio TrueView in-stream ou de descoberta. Por outro lado, se você deseja ser mais direcionado e obter leads para seu site que estejam realmente interessados ​​em suas ofertas, pode fazer sentido usar cartões patrocinados.

Um conselho seria experimentar alguns formatos de anúncio e comparar o desempenho. Certifique-se de seguir as especificações descritas pelo Google para garantir que as dimensões e a qualidade correspondam. Pode valer a pena investir em pesquisas de mercado para entender o formato do anúncio que o ajudará a atingir seus objetivos de negócios.

2. Segmente anúncios In-Stream e Discovery em diferentes campanhas

Da mesma forma que você deve separar suas campanhas do Google AdWords em rede de pesquisa x Rede de Display , faça o mesmo com seus anúncios em vídeo. Por quê? Anúncios in-stream e anúncios discovery ( anteriormente conhecidos como anúncios in-display ) são muito diferentes um do outro,

Qual é a diferença? Os anúncios in-stream são reproduzidos antes, durante ou depois de outros vídeos. Anúncios Discovery são exibidos ao lado de vídeos relacionados do YouTube , como parte dos resultados de pesquisa do YouTube ou junto com outro conteúdo na Rede de Display.

Devido a essas diferenças, você deve ter um orçamento e uma estratégia diferentes, mais fáceis de controlar no nível da campanha.

“Esses formatos tendem a ter um desempenho muito diferente, portanto, você poderá avaliar o desempenho e ajustar as configurações e lances de maneira diferente para cada formato”, de acordo com Alyssa Codd, da Metric Theory .

3. Aproveite as vantagens das opções de segmentação do YouTube

Assim como você deve fazer publicidade no Facebook, Twitter ou Google, você precisa prestar muita atenção ao público que está consumindo suas mensagens. Com os milhões de espectadores do YouTube  , por que gastar dinheiro com visualizações irrelevantes que provavelmente não se interessarão por suas ofertas?

O YouTube oferece grande flexibilidade para controlar quem vê seus anúncios. Começando com a segmentação demográfica , você pode sobrepor os públicos-alvo de afinidade (para segmentar pessoas interessadas em um determinado tópico), públicos-alvo de afinidade personalizados e públicos-alvo no mercado.

Por exemplo, se você estiver vendendo aulas de inglês em um determinado local, faria sentido anunciar nessa região para a demografia de seus clientes típicos que já estão interessados ​​em aulas de inglês.

Segmentação de publicidade do YouTube

4. Configure o remarketing de vídeo

O remarketing é de longe o método de segmentação mais eficaz na minha opinião, porque você tem a segurança de saber que esse público já manifestou interesse em sua empresa visitando o site.

Se você não está familiarizado com o remarketing , é uma maneira de acompanhar os visitantes do seu site com anúncios em outros lugares (pense em redes sociais, sites via rede de display e, claro, no YouTube). Pode parecer assustador, mas é eficaz e provavelmente até funcionou com você antes. Por exemplo, o tempo em que novos sapatos continuavam aparecendo no seu feed do Facebook, para que você finalmente os comprasse. Sim, isso foi remarketing!

“Para simplificar, funciona”, diz Anja Kicken, da Veeroll . “As pessoas que já visitaram seu site têm muito mais probabilidade de oferecer o que você tem a oferecer do que as pessoas que nunca ouviram falar de você”.

O melhor do remarketing é que ele é relativamente fácil de configurar e, depois de configurado, não há muito o que fazer além de monitorar a eficácia (o que tenho certeza de que você ficará satisfeito!).

5. Crie conteúdo humano atraente que pareça nativo

Com tanto conteúdo de vídeo na Internet e a opção de pular e sair da maioria dos anúncios do YouTube , é importante se concentrar na produção de conteúdo de vídeo de alta qualidade. Pense em qualidade como algo que não se parece com uma propaganda típica, pois não é um incômodo ou incômodo.

Seja uma história convincente que atraia os corações ou uma piada / brincadeira que faz seu público rir no chão. Incluir pessoas e criar uma experiência compreensível que pareça natural e nativa é o que você deve buscar. 

6. Impulsione a ação adicionando elementos interativos aos seus anúncios

Você sabia que pode vincular seu carrinho de compras a um anúncio em vídeo TrueView? Você também pode adicionar frases de chamariz, cartões para exibir produtos ou até telas de finalização automática, incentivando o espectador a baixar o aplicativo.

Quer o seu modelo de negócios seja B2B ou B2C, você tem algum objetivo em mente que o levou a anunciar, então por que não aproveitar esses recursos para impulsionar a ação? Ter um ótimo anúncio é uma coisa, mas obter resultados tangíveis e novos negócios com esse anúncio é outra, portanto, explore esses recursos acionáveis ​​para alcançar seus objetivos de anúncio em vídeo mais rapidamente.

Como criar anúncios mais lucrativos no YouTube [Resumo]:

Em resumo, siga estas seis dicas para obter melhores anúncios do YouTube:

  1. Escolha o formato de anúncio certo com base em sua meta
  2. Segmente anúncios in-stream e discovery em campanhas diferentes
  3. Use opções avançadas de segmentação do YouTube
  4. Configure uma campanha de remarketing em vídeo
  5. Crie anúncios em vídeo atraentes e emocionantes que contam histórias
  6. Promova ações com links interativos em seus vídeos

Fonte: https://www.wordstream.com/

Se você tem interesse em investir em sua carreira de YouTuber, somos uma agência de influenciadores digitais e podemos te ajudar. Veja AQUI nossos pacotes de serviços.

Como o YouTube conta as visualizações?

Quando se trata de entender as visualizações no YouTube, é importante entender o que realmente significa uma visualização. O YouTube conta uma visualização, dependendo se o espectador iniciou a exibição de um vídeo ou não.

Saber como o YouTube conta as visualizações pode parecer simples, mas na verdade não é tão simples assim. E claro, conhecer essa métrica vai te ajudar a saber como você vai com seu canal, então vamos entender como funciona isso!

Como o YouTube conta as visualizações?

O YouTube quer garantir que as visualizações de vídeo sejam provenientes de pessoas reais. É por isso que uma visualização do YouTube é contada apenas quando os dois critérios a seguir se aplicam:

  1. Um usuário  intencionalmente  inicia a exibição de um vídeo.
  2. O usuário assiste na plataforma por  pelo menos 30 segundos .

Se você pular um vídeo, mas o  tempo total que  você assistir for  superior a 30 segundos , a visualização também contará. Se você assistir por menos de 30 segundos, provavelmente  não.

As visualizações repetidas contam até um certo ponto (por exemplo, alguém assiste a um vídeo várias vezes ao dia), mas elas param de contar em um determinado número que o YouTube não especificou. Os especialistas acreditam  que, após 4 ou 5 visualizações em um dia, o YouTube para de adicionar novas visualizações ao número de contagem de visualizações de um vídeo. Portanto, não  cometa o erro  de pensar que você pode fazer com que seus amigos ou membros de sua equipe assistam seus vídeos repetidamente, porque a resposta é: você simplesmente não pode.

Mas e os vídeos com menos de 30 segundos? Como é possível que eles também acumulem visualizações? Os especialistas não têm certeza de quanto de um usuário deve assistir para contar como uma exibição. Lembre-se de que o limite de exibição de 30 segundos importa apenas porque é um fator que ajuda o YouTube a decidir se vale a pena monetizar um vídeo, e vídeos com menos de 30 segundos não podem ser monetizados.

Os bots de visualização não funcionam

Os espectadores precisam assistir a vídeos no YouTube de maneira realista e lógica . Isso significa que, se uma conta estiver pulando aleatoriamente de vídeo em vídeo e assistindo a cada uma por 30 segundos, sem uma razão lógica pra isso, o YouTube assumirá que o observador é um bot e deixará de contar suas visualizações.

Outros motivos para o YouTube não contar visualizações são:

  • O YouTube  não conta uma visualização de um usuário que deixa comentários de spam  nos vídeos (em teoria, pelo menos).
  • O YouTube não contará as visualizações de vídeos incorporados em uma página que iniciam automaticamente . Então incorporar seus vídeos em um site não necessariamente vai te dar mais visualizações.

Contagem de visualizações de lives do YouTube

Hoje, o YouTube não possui apenas vídeos pré-gravados e enviados que as pessoas podem assistir em sua plataforma. Eles também têm um  recurso de vídeo ao vivo , onde os usuários podem assistir aos vídeos das pessoas ao vivo, em tempo real, são as lives. Mas as visualizações das transmissões ao vivo contam como visualizações regulares?

A resposta é  sim!  O YouTube conta as visualizações ao vivo , assim como as visualizações de vídeos pré-gravados. Como todos os vídeos do YouTube, o único pré-requisito para vídeos ao vivo no YouTube é que eles sigam as diretrizes da comunidade para poder permanecer na plataforma. Portanto, esteja ciente:

É normal ver as visualizações aumentarem ou diminuirem enquanto o YouTube verifica que elas são reais. Aqui estão mais informações sobre como isso funciona: https: // yt.be/help/Jgao Equipe do YouTube

Dentro de 24 horas, suas visualizações ao vivo do YouTube podem ser ajustadas quando seus espectadores

  1. usarem o mesmo IP em vários dispositivos ao mesmo tempo
  2. abrir muitas janelas diferentes e assista ao vídeo ao mesmo tempo
  3. atualizarem a página depois de assistir 30 segundos ou menos

Isso aconteceu com o septeto pop coreano BTS quando eles lançaram seu single ‘ON’. Nas primeiras 24 horas, as visualizações diminuíram de cerca de 83 milhões para 48 milhões . Ainda assim, a música se tornou a maior estreia do YouTube de todos os tempos , com 1,54 milhão de espectadores simultâneos.Veja o videos dos caras aqui.

Muitos usuários do YouTube dizem que os vídeos ao vivo são mais usados ​​para gerar interação e envolvimento com sua comunidade e inscritos, e que os vídeos editados e enviados são uma maneira muito melhor de aumentar sua contagem de visualizações ou solidificar sua marca, para que você possa começar a ganhar dinheiro com seu canal do YouTube.

Por que o YouTube é tão exigente quanto ao que é uma visualização?

O YouTube teve que ser mais rígido sobre como eles contam visualizações, porque os usuários tentaram, de várias maneiras, enganar a plataforma para que parecesse que seu vídeo foi visto mais vezes do que antes. Os usuários tentam  falsificar a contagem de visualizações  porque um número alto de visualizações pode resultar na  monetização dos vídeos ou na promoção pelo próprio YouTube.

Para minimizar o potencial de YouTubers estar falsificando visualizações, o YouTube criou um sistema para detectar o que é uma visualização real. Embora eles não sejam completamente abertos sobre o  algoritmo para detectar uma visão real , existem alguns fatos importantes que sabemos sobre a contagem de visualizações.

Quando o YouTube verifica se meu vídeo é real?

Há um  ponto de inflexão  no YouTube em que os funcionários da empresa analisam o vídeo e verificam se é real e correto estar no site. Esse ponto de inflexão é  301 visualizações .

Durante anos, um vídeo teria uma contagem de “mais de 301 visualizações” quando a empresa o verificasse.

Hoje, a contagem de visualizações continua aumentando, mas ainda é o ponto em que as pessoas no QG do YouTube veem um vídeo e certificam-se de que ele é realmente popular, sem ganhar popularidade falsa com bots ou visualizações não legítimas.

Depois que as visualizações de qualidade são contadas, as atualizações de contagem de visualizações são mais frequentes. O processo de inclusão de todas as visualizações de qualidade pode levar algum tempo, dependendo da popularidade e da visualização de um vídeo. Posteriormente, a contagem de visualizações é atualizada com mais frequência, mas lembre-se de que validamos constantemente as visualizações, portanto, a contagem de visualizações sempre pode ser ajustada. Ajuda do YouTube

Calculadora de visualizações do YouTube

Para descobrir se sua conta é monetizável agora, você pode usar uma ferramenta como uma calculadora de visualização do YouTube. Esta calculadora do Social Blade  pode ajudá-lo a ver qual será o seu CPM estimado, assim como seus ganhos diários estimados, ganhos mensais estimados e projeção anual estimada.

Visualizações do YouTube diferentes no Analytics

A dificuldade de contar as visualizações é visível mesmo na interface do usuário do YouTube. Ao analisar as estatísticas de exibição no YouTube, é óbvio que o próprio YouTube não tem tanta certeza sobre como contá-las. De fato, eles não têm certeza

  • quais visualizações são reais ou falsas,
  • quais valem a pena contar,
  • e quais valem a pena exibir na Página de exibição do YouTube ou no YouTube Analytics.

Apenas veja por si mesmo. Assista a um de seus vídeos e dê uma olhada nessas páginas do YouTube

  • Pesquisa do YouTube,
  • a página de exibição do YouTube,
  • YouTube Analytics,
  • o novo estúdio de criação.

Você provavelmente verá que as estatísticas de exibição do seu vídeo diferem ligeiramente nessas páginas.

Ao procurar o mesmo vídeo na Pesquisa do YouTube, o vídeo parece ter menos visualizações. Obviamente, o YouTube calcula e armazena em cache seus resultados de pesquisa em intervalos regulares. Os dados de exibição devem ser armazenados em cache em diferentes servidores do YouTube em todo o mundo . Isso é feito para tempos de resposta mais rápidos. Sempre que uma solicitação é feita para um vídeo, o servidor mais próximo fornece o vídeo e aumenta a contagem de visualizações em seu log local.

O mesmo se aplica à visualização de dados de contagem no YouTube Analytics, também conhecido como Creator Studio Classic. O YouTube não mostra a contagem de visualizações em tempo real . No entanto, pelo menos a contagem de visualizações corresponde à que conhecemos na Pesquisa do YouTube.

Você pode pensar que esse número é o mesmo na nova ferramenta de análise do YouTube. Curiosamente, não é. O YouTube obviamente apresenta uma terceira maneira de contar visualizações.

Então você vê: não é tão fácil. O próprio YouTube não tem uma resposta precisa sobre a questão de quantas visualizações seu vídeo tem.

Qual a importância das visualizações como uma métrica do YouTube?

Mas as opiniões são realmente importantes? As visualizações são a melhor moeda para medir o sucesso do YouTube?

De acordo com a Academia de criadores do YouTube,  eles não são. Não mais! 

No passado, as visualizações geravam a descoberta e a classificação de um vídeo: esse é o número total de vezes que alguém clicou em “reproduzir” em um vídeo.

Mas as visualizações mostram apenas o número de vezes que um player de vídeo foi carregado, e não se alguém realmente queria vê-lo ou se quis mesmo assistir. O YouTube reconheceu que nem todas as visualizações eram iguais e ajustou nosso algoritmo de classificação para melhor explicar o envolvimento do usuário.

De fato, removemos o relatório de visualizações inteiramente do YouTube Analytics e o substituímos pelo tempo de exibição . Academia de criadores do YouTube

Visualizações legítimas do YouTube: a chave para o sucesso da monetização

No final das contas, o YouTube é uma excelente maneira de aumentar a reputação da sua empresa ou a sua e expandir sua presença como uma estrela da Internet. Para fazer isso, você precisa gerar visualizações – e essas visualizações devem ser legítimas. Ao aprender o que conta como visualização no YouTube, o que são visualizações legítimas no YouTube e como consegui-las, você pode investir em maneiras úteis e saudáveis ​​de usar a plataforma para marketing e promoção e garantir que está obtendo o melhor retorno pelo seu tempo e esforços.

Se você precisa de ajuda profissional para sua carreira de YouTuber ou influenciador digital, somos uma agência de comunicação com foco influenciadores digitais. Quer conhecer nossos serviços? CLIQUE AQUI

YouTube muda novamente regras do Adsense: nossa opinião

Recentemente, a maior plataforma de vídeos do planeta anunciou novas regras (de novo) para que os criadores de conteúdo pudessem ganhar algo com anúncios internos que o YouTube pode inserir nos vídeos, chamado de Adsense (o sistema de monetização do Google).

 

Antes de mais nada, se você quer ler na íntegra sobre a nova posição do Youtube, você pode ler (em inglês) neste link.  Vamos colocar aqui, traduzido, um trecho do artigo:

A partir de hoje, estamos alterando o requisito de elegibilidade para a monetização para 4.000 horas de horário de atendimento nos últimos 12 meses e 1.000 assinantes. Chegamos a esses novos limiares após análises detalhadas e conversas com criadores como você. Eles nos permitirão melhorar significativamente a nossa capacidade de identificar criadores que contribuam positivamente para a comunidade e ajudem a gerar mais receita de publicidade para eles (e longe de atores ruins). Esses padrões mais elevados também nos ajudarão a evitar que os vídeos potencialmente inapropriados sejam monetizados, o que pode afetar as receitas para todos.

TÁ, MAS MEU CANAL VAI SOFRER ALGUMA COISA?

Depende.  Vejamos como na prática isso vai afetar a milhares de canais:

Canais novos: desde abril de 2017, para que um canal pudesse começar a juntar dinheiro do Adsense em seus vídeos, ele teria que juntar primeiro 10 mil visualizações totais. Algo que pra quem começa parece muito, mas é totalmente fácil de se atingir, se você posta vídeos regularmente e recebe visitas. Mas como se pode ler no artigo do YouTube, eles viram que era necessário um rigor maior para “melhorar o conteúdo”.

Agora, é necessário pelo menos duas coisas: ter mil inscritos no mínimo e também atingir 4 mil horas de visualização durante um ano (o ano mais recente). Para se ter ideia, é como ter 20 mil minutos de vídeo assistidos por mês (240 mil minutos por ano), apenas para facilitar suas contas, já que o YouTube em sua plataforma conta em minutos e não em horas.

Canais inativos: por motivos óbvios, canais que não tem frequência de postagem ou que ficaram abandonados, sem conteúdo, não serão monetizados, mesmo que já tenham histórico de visualizações e milhões de inscritos. Lembre-se que é necessário uma média de 240 mil minutos totais NO ÚLTIMO ANO. Então mesmo que seu canal tiver milhões de minutos assistidos, se nos últimos 365 dias a média caiu, seu canal já não se enquadra na nova política do YouTube.

ESSA TÁTICA REALMENTE IRÁ ATINGIR QUEM FAZ CONTEÚDO RUIM?

Sim e não. Se nos argumentos do YouTube está o de “fazer uma comunidade melhor” e essas coisas, precisamos entender o que, para o YouTube, é “conteúdo ruim”. Existem centenas de canais com enorme audiência que produzem conteúdo idiotizado (ou até nenhum conteúdo) e recebem muitos milhares de dólares mensalmente. A culpa é claro, vem principalmente de quem vê esse tipo de conteúdo e diz muito sobre o público em geral.

Spammers serão mesmo detidos com essa nova política? Veja só, atualmente um canal “pequeno” com conteúdo spammer (cheio de propagandas ou informação falsa ou plagiada no entender da plataforma) já não ganha em Adsense o suficiente para justificar a manutenção do canal. Tornar a regra mais dura para os canais “pequenos” não irá afastar quem ganha dinheiro com conteúdo plagiado por exemplo, pois esses canais já tem audiência e visualizações suficientes para se enquadrarem nas novas políticas. Pra eles, essa regra nova não muda absolutamente nada.

Quem faz conteúdo lixo irá ser detido com essa nova política? Quem estiver começando e fizer conteúdo “lixo” (idiotizado) pode ser. Mas quem já ganha com Adsense por já ter um canal bem estabelecido não. Esses canais canais poderão estar “livres e soltos” criando vídeos ruins sem nenhum problema.

Acreditamos que essa nova política em si, é bem intencionada, porém servirá unicamente para desanimar quem está começando. É como se o YouTube pensasse assim:

“já temos muitos canais sendo feitos todos os dias, com tantos canais no ar cada vez mais precisamos de servidores maiores e melhores. Melhor dar um jeito de diminuir a quantidade de canais criados por ano e assim “tirar o nosso da reta.” “

A estrutura para manter o YouTube vivo é cada vez mais cara, afinal são milhões de vídeos acumulados todo dia. Se a plataforma tivesse mais canais rentáveis e menos canais “amadores” isso significaria não só uma economia mas um lucro ainda mais grande .

Criar um canal “apenas por diversão” não é interessante para o Youtube. Fazer aquele vídeo vergonhoso de churrasco em família é divertido, mas não mais para o YouTube. E quem sabe se a tendência seja cada vez mais “elitizar” a plataforma, para canais seletos.

Quem sabe um nome mais apropriado para plataforma atualmente seja “Someonetube” (alguém no tubo) em lugar de YouTube (você no tubo).

AINDA DÁ PRA GANHAR DINHEIRO NO YOUTUBE?

Sim! A palavra chave agora é PERSISTÊNCIA. Não se deve desistir, se seu sonho é se tornar um influenciador digital. Se você acredita no seu conteúdo e gosta dele, então não deve se preocupar com o dinheiro do Adsense e sim principalmente com sua audiência, com que vê seus vídeos.

Com o tempo e dedicação seu canal poderá ser analisado para voltar a receber do YouTube. Além do Adsense existem outras formas de ganhar dinheiro com seu canal, mas isso falaremos em outro artigo.

Quer ajuda para seu canal? CLIQUE AQUI.